domingo, 23 de julho de 2017

Delação de Marcos Valério atinge Aécio, FHC e Lula


 

O acordo de delação firmado entre o publicitário Marcos Valério e a Polícia Federal, que detalha o esquema conhecido como mensalão tucano, também atinge os senadores Aécio Neves (PSDB-MG) e José Serra (PSDB-SP), além dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB), diz reportagem da Folha.
De acordo com o jornal paulista, a colaboração com a PF conta com 60 anexos que haviam sido rejeitados pela Procuradoria-Geral da República e pelo Ministério Público de Minas Gerais. O novo acordo também ampliaria a lista de pessoas envolvidas.
A delação foi assinada neste mês, enviada ao STF e agora depende de homologação. Valério relataria nos anexos apresentados ao Ministério Público, entre outras coisas, pagamento de propina em troca da obtenção de contratos para suas agências. Durante o governo FHC, a DNA propaganda teria repassado a Aécio 2% do faturamento do contrato com o Banco do Brasil, que teria sido arranjado pelo senador com o aval do ex-presidente.
Folha

tags

0 comentários:

Postar um comentário