domingo, 16 de julho de 2017

Filho de PM suspeito de matar ex em Itapuã segue foragido


A morte da adolescente Andreza Victória Paixão, que tinha 15 anos quando foi assassinada, completa três meses na próxima segunda-feira (17). O fato ocorreu na casa do ex-namorado dela, Adriel Montenegro dos Santos, 21 anos, no bairro de Itapuã, em Salvador.
Apontado como principal suspeito do crime, Adriel está foragido - mesmo já inserido no Baralho do Crime, que caça os criminosos mais procurados do estado da Bahia. A prisão temporária já foi concedida pela Justiça, e policiais buscam por Adriel, que pode responder pelo crime de feminicídio.
                   
No crime, a polícia já constatou que a arma usada para matar Andreza é de uso restrito das Polícias Civil e Militar, mas conforme a Polícia Civil, que investiga o caso, ainda não há informações do dono da arma. 
O pai de Adriel é policial militar e foi ouvido no dia do crime. A delegada que participou das investigações, Milena Calmon, disse que o pai do suspeito informou que não sabe o paradeiro do filho. "O pai alega não saber onde [Adriel] está. Ele disse que tinha acabado de chegar em casa [ no dia do crime] quando viu a menina agonizando e levou para a UPA da região", contou a delegada.
Bocão News 


tags

0 comentários:

Postar um comentário