quinta-feira, 20 de julho de 2017

Fim da linha: Roger Machado não é mais o técnico do Atlético-MG


Fim da linha: Roger Machado não é mais o técnico do Atlético-MG

Roger Machado não é mais o técnico do Atlético-MG. A saída dele foi anunciada no início da tarde desta quinta-feira. Em reunião entre o treinador e o presidente do clube, Daniel Nepomuceno, na Cidade do Galo, foi acertado que Roger não continua no comando do time. A gota d'água foi a derrota por 2 a 0 para o Bahia, nessa quarta-feira, no Independência. O nome de Rogério Micale, que está na China dando curso de futebol no país, aparece como o mais forte.
O tropeço em casa acabou sendo o quarto revés em oito jogos da equipe, como mandante, no Brasileiro. A torcida ficou revoltada com a atuação, vaiou o treinador e os jogadores, além de chamar o time de "sem vergonha". Ainda não foi definido o nome do substituto e quem comanda o time diante do Vasco, no domingo, às 19h (de Brasília), na sequência do Campeonato Brasileiro.
Passagem pelo Galo
Em 30 de novembro de 2016, após a demissão de Marcelo Oliveira por causa da derrota no primeiro jogo da final da Copa do Brasil, Roger Machado foi anunciado pelo Atlético-MG. O treinador chegou com a fama de ser muito estudioso na parte tática e com a promessa de dar uma nova cara ao time alvinegro.
Pelo Galo, foram 43 jogos, com 23 vitórias, nove empates e 11 derrotas - aproveitamento de 60,46% nos quase sete meses de trabalho efetivo no clube. Pelo Galo, conquistou o Campeonato Mineiro sobre o Cruzeiro. Na Libertadores, classificou o Atlético-MG em primeiro do grupo, mas nunca conseguiu encher os olhos da torcida com as atuações. Nas oitavas de final, perdeu o primeiro jogo para o Jorge Wilstermann, da Bolívia, por 1 a 0.
Na Primeira Liga, Roger optou por poupar boa parte dos titulares. Na Copa do Brasil, passou pelo Paraná nas oitavas de final e venceu o Botafogo no primeiro jogo das quartas. O grande questionamento é em relação ao Brasileiro, já que o time ocupa apenas a 11ª colocação com 20 pontos, aproveitamento de 44,4%.
GE

tags

0 comentários:

Postar um comentário