quinta-feira, 6 de julho de 2017

'Meu medo é que pensem que ele era envolvido com tráfico', diz mãe de feirante morto



A mãe do feirante Edney Espírito Santo de Santana, 23 anos, ainda tenta acreditar no que aconteceu com o filho, morto nesta quarta-feira (5), perto de casa, no bairro de Alto de Coutos. A costureira industrial Elaine do Espírito Santo, 37 anos, tenta encontrar força para enfrentar a situação e provar que o filho não tinha envolvimento com o tráfico.
"Meu medo é que as pessoas pensem que ele tinha envolvimento com o tráfico. Se ele fosse envolvido não sairia todos os dias de casa pra tentar levantar a casinha dele", disse em entrevista ao .
Correio
Segundo a mãe do feirante, ele estava em busca de um emprego que tivesse um salário melhor. Edney queria construir uma casa nos fundos da residência da tia, na mesma rua onde aconteceu o crime. "Semana passada saímos distribuindo currículos. Na volta, já no ônibus abracei meu filho e disse quanto o amava. Ainda bem que fiz isso enquanto ele estava vivo". Edney tinha uma barraca de frios na Feira de São Joaquim. 
"Ele me disse que queria voltar a estudar para melhorar de vida. Ele se esforçava e ajudava muito a namorada a pagar as despesas do curso de enfermagem. Ele deu recentemente um jaleco pra ela.  A menina está muito abalada porque presenciou tudo", contou a mãe.
O padrasto da vítima, Paulo César, 36, disse que chegou a chamar o enteado para morar com eles em Plataforma por conta da violência do bairro. "Eu e minha mulher imploramos para ele se mudasse até que a violência desse um tempo. Como não era envolvido achou que nenhum mal podia chegar até ele", lembrou.
A tia de Edney, a manicure Kelly dos Santos, 34 anos, lembra a última vez que viu o sobrinho que ela considerava como filho. "Ele passou de tardezinha na minha porta e pediu para que eu preparasse uma feijoada. Estava tudo pronto pro aniversário dele. Já tínhamos comprado a cerveja e tudo. Ele era a minha vida, ajudei a criar". O feirante completou 23 anos no dia 5 de junho e pretendia comemorar o aniversário  próximo sábado (8) ao lado dos familiares.
Crime
Edney foi morto com cinco disparos, próximo de casa, após sair com a namorada para fazer um lanche. Segundo informações da Centro Integrado de Comunicação (Cicom), Edney estava na porta da casa da namorada quando foi abordado por suspeitos armados que fizeram disparos contra ele. Ainda de acordo com o Cicom, dois suspeitos roubaram o celular da namorada dele e mandaram ela correr. Em seguida, outros quatro suspeitos atiraram contra Edney.
Já os familiares de Edney relataram que eles foram surpreendidos por quatro elementos que tentaram roubar às vítimas. Durante a ação, dois outros homens correram em direção ao grupo e efetuaram cinco disparos.

tags

0 comentários:

Postar um comentário