sábado, 2 de setembro de 2017

Adolescente morre baleada em casa de shows



Durante a madrugada deste sábado (02), por volta das 4h50m, equipes de socorro do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Corpo de Bombeiros, foram acionadas a comparecer em frente a uma Casa de Shows localizada na Av. Capitão Sílvio em Ariquemes, pois segundo informações, no local haviam pessoas baleadas.
Ali chegando, foi constatado pelo médico do Samu, Dr. Rodrigo Mezzomo, que a vítima mais grave, a gestante identificada como Luaine Cerqueira Nascimento, 16 anos, já havia vindo a óbito. Segundo Dr. Rodrigo, a vítima foi alvejada na região da face com exposição de massa encefálica, e apresentava apenas Gasping, que é uma reação fisiológica do corpo, que apenas parece uma respiração, mas é parte natural do processo de morte. Além da adolescente gestante, outras três mulheres também foram alvejadas na região das pernas e foram encaminhadas ao pronto socorro.
Os profissionais que compareceram no local para prestar atendimento às vítimas, se depararam com muita confusão, pessoas embriagadas e alteradas. As ambulâncias do SAMU deram prioridade em socorrer as vítimas que estavam apresentando sinais vitais, tendo em vista que a gestante já havia vindo a óbito. A guarnição do Corpo de Bombeiros ainda conduziu a gestante ao pronto socorro, mas nada pode ser feito.
Populares se revoltaram com a postura do Samu em dar prioridade para as vítimas alvejadas na perna, pois acreditavam que a gestante ainda estava viva. Em entrevista, Dr. Rodrigo Mezzomo desabafou: “O Samu não tem o poder de salvar vidas, quem tem esse poder é Deus, o Samu fez tudo que estava ao alcance, mas existem situações que a morte é inevitável como no caso desta gestante”. Informações de populares dão conta que a gestante estava na garupa da motocicleta de seu esposo, quando foi alvejada com o tiro. Informações sobre o ocorrido estão sendo confirmadas e serão publicadas em breve.
Fonte: Ariquemes 190

tags

0 comentários:

Postar um comentário