sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Jovem desaparece e é encontrado morto em praia



Feriado de 7 de setembro, Independência do Brasil, um dia ensolarado, várias pessoas estavam na Praia do Acácio, localizado no bairro Tamandaré, município de Guajará-Mirim, quando no final da tarde, um jovem desapareceu nas águas. Bombeiros e Polícia Militar foram acionados, o corpo foi encontrado cerca de uma hora e meia depois.
A reportagem foi informada por banhistas e pessoas que estavam na praia por volta de 15h25min, um jovem tomava banho na companhia de familiares e amigos, quando se aproximou a correnteza, não conseguindo retornar as margens da praia, se debateu na água, os seus amigos tentaram lhe puxar e gritos de socorro movimentou as pessoas que estavam na água, na tentativa de salvar o rapaz.
Uma mulher que estava apenas no local passeando, assistiu o momento que o jovem se debateu, e logo desapareceu nas águas. "As pessoas tentaram salvá-lo, mas foi impossível. Estou até agora assustada", disse a moradora do município de Guajará-Mirim que preferiu não se identificar.
Em contato com o Subgrupamento do Corpo de Bombeiros, a primeira ligação recebida sobre a suspeita de desaparecimento na água ocorreu por volta de 15h25min, a equipe de plantão necessitou acionar os bombeiros mergulhadores que na data de hoje não encontravam-se de serviço. Enquanto isso, os bombeiros acionaram a Central da Polícia Militar para averiguar e isolar o local. Exatamente às 18hs os bombeiros chegaram à praia e constataram o desaparecimento de Daniel Luiz Moraes Lorim, de 18 anos, que estava na companhia de amigos.
Os bombeiros com os equipamentos adequados de mergulho adentraram na água do Rio Mamoré e iniciaram as buscas. Após alguns minutos localizaram o corpo da vítima ainda na praia, que foi removido para o necrotério do Hospital Regional Perpétuo Socorro, após a necropsia para constatar que Daniel foi vítima mesmo de afogamento, será entregue aos seus familiares.
Amigos de Daniel, estudante do Centro Estadual de Educação de Jovens e Adultos (CEEJA) Dr. Cláudio Fialho manifestam nas redes sociais seu carinho pelo jovem que era bastante querido por familiares e amigos.
Praia
Assim como todos os anos, com ressalva de alguns, a Praia do Acácia faz vítimas de afogamento, alguma delas seus corpos não foram encontrados. O local é extremamente proibido pelo Corpo de Bombeiros e de conhecimento das autoridades, mas mesmos assim nos últimos dias a praia tem sido bastante frequentada pelos banhistas.
Familiares que perderam seus entes queridos na praia do Acácio sabem exatamente o perigo que o local oferece aos banhistas.

Fonte: O Mamoré

tags

0 comentários:

Postar um comentário