sábado, 23 de setembro de 2017

Muritiba: Polícia Civil interroga associado que discutiu com presidente da COOTAM no dia do homicídio



Um associado que não teve nome revelado pela Polícia prestou depoimento ao delegado de Muritiba, Dr. João Mateus, sobre a suspeita que lhe incumbiram na morte do presidente da Associação de Transporte Alternativo Municipal -COOTAM – Cooperativa de Transportes da microrregião de Cruz das Almas.
De acordo com o titular ao Voz da Bahia, o associado era a primeira pessoa na triagem da linha de suspeitos; todavia, durante a tarde da última segunda-feira (18), data do homicídio, o mesmo  travou uma séria discussão com a vítima. Entretanto, o associado nega que tenha sido o autor da execução contra o presidente da Cooperativa que morreu após receber seis tiros de arma calibre 38.
O então colega de profissão da vítima afirmou que houve o desentendimento mas descartou as acusações de ameaças e  sinalizou que no momento  do crime estava trabalhando. A Polícia Civil continua interrogando outras prováveis  testemunhas. "Até agora não se tem indícios de um real acusado do crime", pontua a o delegado.
A Polícia destacou ao portal que as pessoas não querem falar sobre o assunto, não emitindo nenhuma natureza de fato, o que dificulta o trabalho das equipes de investigações.
Nesta quarta-feira (20), o veículo Sprint da vítima foi conduzido para Delegacia ficando a disposição da Polícia Civil, para realização de perícia.
Fonte: Voz da Bahia.

tags

0 comentários:

Postar um comentário