segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Operação policial apreende drogas e armas em Gandu



Na sexta-feira (08), a guarnição Bravo do PETO, recebeu informações de que havia uma plantação de maconha em uma roça após a região de João Damião, onde dá acesso ao povoado do Monte Alegre em Gandu.
A bordo da viatura e motocicleta do PETO, a guarnição foi verificar a veracidade das informações. Já nas proximidades do local, um elemento vinha em uma Fan 150 preta com uma mochila nas costas e ao avistar a viatura abandonou a motocicleta e evadiu pelo matagal. Segundo informações, o referido elemento havia ido pegar parte da maconha colhida na plantação de maconha
Em seguida, a guarnição continuou o deslocamento até chegar ao destino da denúncia. Chegando ao local, a guarnição encontrou duas residências abertas, aparentando que alguém havia acabado de fugir do local. Em uma das casas foram encontradas uma quantidade razoável de maconha, duas armas de fogo,vários facões, e uma certa quantidade de sementes de maconha. 
                     
Na outra residência foi encontrada outra motocicleta, uma Fan 125 preta.
A guarnição desceu por umas trilhas de difícil acesso até chegar a uma espécie de cabana utilizada como ponto de apoio pelos traficantes. Nessa “cabana” estavam dois elementos. Um conseguiu evadir pela mata e o outro foi capturado pela guarnição. Com o elemento conhecido como Robi foram encontradas uma espingarda, mais uma certa quantidade de maconha e de sementes de maconha, uma balança de precisão, um aparato utilizado para o cultivo da Cannabis Sativa e alguns pés da referida erva. A Fan preta encontrada dentro da residência também pertencia a Robi.
Contudo, devido estar anoitecendo, a plantação de maconha não foi encontrada. O local além de ser de difícil acesso é muito vasto, cercado por arvores e matagal.
O celular de Robi não parava de receber chamadas de “clientes” encomendando a compra da maconha. Robi confessou que há alguns anos foi preso na cidade de Itabuna pelo cometimento de tráfico de drogas.
Em uma das residências foi encontrada uma identidade. Ao puxar os antecedentes do elemento no sistema verificou-se que o dono da identidade tinha 27 passagens em delegacias de Feira de Santana. Dentre as passagens estão: desmanche de carros, formação de quadrilha, homicídio qualificado e tráfico de drogas.
O acusado e todo o material encontrado foram conduzidos e apresentados na Delegacia de Valença para serem tomadas as medidas cabíveis.
O Major Francisco, Comandante da 60 CIPM/Gandu, reafirma o compromisso com a segurança pública, paz social e zelo pela vida. *Ascom

tags

0 comentários:

Postar um comentário