quarta-feira, 27 de setembro de 2017

SIMÕES FILHO: Site denuncia abandono no cemitério São Miguel de Cotegipe; Confira!



Matéria publicada pelo Simões Filho Online nesta quarta-feira (27/9) relata o total abandono do Cemitério Municipal São Miguel de Cotegipe, localizado no município ( a 24 quilômetros de Salvador). No texto, o site informa, que “num rápido passeio pela necrópole é suficiente para encontrar jazigos furtados, entulho, caixões à mostra e até ossos expostos“.
E vai além. “Alguns túmulos estão mal conservados, sujos e com diversas partes depredadas. Em alguns, verdadeiros buracos expõem ossadas. Além disso, limpeza pública parece ser uma expressão pouco lembrada pela Prefeitura Municipal. O mais chocante é que os familiares dos entes queridos só tomam conhecimento dessa situação apenas quando vão ao cemitério. É frustrante constatar pessoalmente que o túmulo da família foi violado, que os caixões foram quebrados e os ossos foram retirados ou jogados no chão“.
“Na última semana, vim ao sepultamento de um amigo, e as pessoas tinha que tapar o nariz por causa do mau cheiro insuportável. Alem das pessoas estarem sofrendo com a perda de um ente querido, são obrigados a conviver com esse descaso. É um absurdo”, contou um homem, que preferiu não se identificar.
Em fevereiro deste ano, a prefeitura de Simões Filho abriu licitação para execução de obras e serviços de engenharia para a construção de novas gavetas para o cemitério São Miguel. O resultado da licitação foi divulgado em abril, e teve com vencedora a empresa Crogemont Construção. O valor total destinado para execução das obras é de R$ 97 mil. Contudo, cinco meses já se passaram e o cemitério continua abandonado.
O Presidente da Comissão Permanente de Justiça da Câmara Municipal de Simões Filho, o vereador Sandro Moreira (PSL), tomou conhecimento da situação e disse ao Simões Filho Online, que medidas urgentes precisam ser adotados pelo poder público. “Fui ao Cemitério e encontrei restos mortais, inclusive, tem sepultura que esta aberta com um cranio de um cadáver. É muito chocante e eu entendo que as autoridades municipais devem urgentemente tomar providenciais a cerca do cemitério São Miguel. Lá damos último adeus aos nossos entes quando morrem. Deveria ser um local para receber as pessoas de forma confortável e respeitosa”.
Fonte : Simões Filho Online

tags

0 comentários:

Postar um comentário