sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Adolescentes de Conceição do Almeida são vítimas de vídeos difamatórios divulgados através do Whatsapp.



Após vários casos de vídeos difamatórios espalhados via WhatsApp em cidades baianas como Sapeaçu, Amargosa, Muritiba e Cruz das Almas, a brincadeira criminosa volta a se espalhar nesse mês de outubro de 2017 entre jovens em Conceição do Almeida. Os vídeos difamatórios criados através de fotos expõe jovens com legendas que intitulam as vítimas com termos pejorativos. Em 2015, a brincadeira criminosa terminou na delegacia com intimação dos suspeitos para prestar esclarecimentos. Na época, com tamanha repercussão dos vídeos, órgãos públicos realizaram campanhas de conscientização nas redes sociais, alertando as pessoas sobre o crime contra a honra, difamação e calúnia praticados nos vídeos. A brincadeira criminosa que se espalhou pelas cidades pode levar os responsáveis a prisão, pois conteúdos difamatórios e a divulgação de fotografias, imagens, sons e/ou vídeos e/ou qualquer outro material, contendo cenas de nudez, ato sexual ou obsceno sem autorização das supostas vítimas caracteriza- se crime de difamação que pode render (pena – detenção, de 03 meses a 01 ano, e multa) ou injúria (pena – detenção, de 01 a 06 meses, e multa). 
(Fala Recôncavo)

tags

0 comentários:

Postar um comentário