terça-feira, 31 de outubro de 2017

Após manter mulher e crianças reféns, homem ameaça se matar em Cajazeiras 10


Um homem ainda não identificado manteve sua esposa, uma policial militar, e duas crianças como reféns, na residência da família em Cajazeiras X, na tarde desta segunda-feira (30).
A polícia foi acionada e, após negociação, ele liberou as vítimas. Moradores informaram que as crianças seriam filhas do casal.
Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), militares da 3ª Companhia de Operações Especiais/Grupo Tático, do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) negociam a rendição do suspeito, que ainda ameaçava cometer suicídio, até as 18h desta segunda. O negociador mantém contato visual com o homem, que está com uma arma de fogo.
“Nosso objetivo é evitarmos o suicídio. Somos treinados para salvar vidas e é o que estamos buscando”, declarou o comandante da 3ª Companhia, capitão Ícaro Santiago da Silva Cruz, em nota divulgada pela SSP.
Major Francisco Menezes, que também atua na operação, confirmou que o homem está sem reféns, sozinho, em um quarto do imóvel, ameaçando tirar a própria vida.
“Não tem reféns agora (18h20). Só o cidadão armado, querendo cometer suicídio. No início, tinha reféns, mas foi coisa rápida. No momento, quando a polícia chegou, conseguiu tirar. A família está em segurança”,
A assessoria da PM informou que, após informações preliminares da 3ª CIPM (Águas Claras), policiais militares da unidade foram acionados pelo Cicom para atender a uma ocorrência em que um homem, “esposo de uma policial militar, estava mantendo a PM e duas crianças reféns, na residência da família em Cajazeiras X, nesta segunda-feira (30), por volta das 14h40”.
Ainda conforme a assessoria da PM, quando os policiais chegaram ao local verificaram a veracidade do fato e tentaram negociar a liberação das vítimas. “Imediatamente o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foi acionado. Os policiais militares do Bope convenceram o homem a liberar a família, no entanto ele permanece trancado dentro de um quarto com duas armas de fogo. O Bope segue no local em negociação”, completa a nota.
Vizinho tranquilo
A grande movimentação de viaturas policiais e ambulâncias, no Setor 2, Caminho 27, de Cajazeiras X, chamou a atenção dos moradores, e alguns deles se juntaram para acompanhar a operação de resgate, a distância. Uma vizinha da família, que preferiu não se identificar, informou que o suspeito de ter mantido a família refém é uma pessoa que nunca causou problemas no bairro. “Ele é muito tranquilo. Um dos melhores vizinhos que tenho. Nunca causou problema nenhum e não estou entendendo direito o que está acontecendo”, comentou ela, que aguardava o filho chegar da escola, na entrada da via. O acesso à sua casa, que fica ao lado da casa do marido da policial, estava interdidato.
Outro morador informou que o prenome do suspeito é Marcos, e que ele trabalha como autônomo. Sem se identificar, o vizinho também confirmou que se trata de uma pessoa acima de qualquer suspeita. “É uma pessoa normal, maravilhosa. Eu acho que foi surto. Ele tem duas filhas. Eu não sei a hora que elas foram liberadas”, informou.
Informações Correio

tags

0 comentários:

Postar um comentário