domingo, 29 de outubro de 2017

Bonde do Maluco deixa o povo da Cidade Baixa em pânico; um é morto



A guerra entre integrantes da facção Bonde do Maluco (BDM) e uma ramificação da mesma quadrilha tem provocado pânico nos moradores da região da Cidade Baixa, em especial, o bairro da Uruguai. Entre quinta-feira (26) e sábado (28) ocorreram confrontos durante o dia e também no período da noite. Neste sábado, por volta das 20h30, um rapaz ainda não identificado foi assassinado a tiros na rua Papa Gregório XVI, final de linha do Uruguai. Em um comunicado compartilhado no WhatsApp por policiais da 17ª Companhia Independente, responsável pelo patrulhamento da área, a unidade tenta tranquilizar a comunidade da Península Itapagipana.
Veja abaixo o texto!
“CPRC-BTS 17ª CIPM
Sábado, 27/10/2017
ESCLARECIMENTOS À COMUNIDADE DA PENÍNSULA ITAPAGIPANA
O clima de tensão que supostamente estaria sendo vivido pelos moradores e que foi divulgado nas mídias sociais e aplicativos de mensagens nas últimas 24 horas tem fundamento na disputa pela liderança das atividades criminosas que têm base nos bairros do Uruguai, Massaranduba, Mangueira e áreas adjacentes.
Esses indivíduos, em sua maioria nascidos e criados nos bairros em comento, filhos e filhas de moradores, estão promovendo o pânico através de mensagens sobre “bondes” invadindo essa ou outra localidade para assassinar rivais. São justamente as pessoas de bem que ficam acuadas, tensas e apavoradas com a possibilidade de estarem no meio de um confronto entre as supostas facções criminosas.
A 17ª CIPM ESCLARECE QUE, DESDE OS PRIMEIROS INDÍCIOS E INFORMES, ESTÁ DIUTURNAMENTE VOLTADA PARA O PATRULHAMENTO DAS ÁREAS CITADAS, COM ÊNFASE NAS ABORDAGENS E NA AÇÃO DE PRESENÇA, PARA OFERECER AO MORADOR SEGURANÇA.
Colocamos à disposição, para o fornecimento de eventuais informações o número 3235-0000, do DISK DENÚNCIA: se você vir ou sabe da existência de qualquer situação envolvendo criminosos, nos avise.
Muito do que foi divulgado ontem (sexta) foi potencializado pelos aplicativos de mensagens e pelo pânico causado com os áudios que circulavam a todo momento.
Sabemos da iminência e da importância deste possível confronto entre os criminosos já citados, mas asseguramos que ESTAMOS NAS RUAS para garantir o direito de ir e vir do cidadão de bem.
É a PM e a comunidade na corrente do bem.
Fonte: 17ª CIPM”.
Veja também: Cerco ao Bonde do Maluco no Uruguai encontra boca de fumo e “vigia do tráfico” é preso

tags

0 comentários:

Postar um comentário