domingo, 22 de outubro de 2017

Carpegiani lamenta ato de racismo contra Renê Júnior: "Não admito isso"


Carpegiani lamenta ato de racismo contra Renê Júnior:

O treinador do Bahia, Paulo César Carpegiani, lamentou o ato de racismo ocorrido contra o volante Renê Júnior no clássico Ba-Vi realizado neste domingo (22), na Arena Fonte Nova, vencido pelo tricolor por 2 a 1. Após a partida, o atleta do Esquadrão de Aço acusou o atacante Santiago Tréllez de tê-lo chamado de "macaco". Em entrevista coletiva na sala de imprensa, o comandante tricolor repudiou atos de racismo no futebol.
"Eu tive o privilégio de trabalhar na Copa do Mundo, Eliminatórias e no Mundo Asiático. Quando vamos trabalhar no exterior, sempre fui muito bem recebido. Acho que esse menino deve estar arrependidíssimo. No mundo não há ninguém melhor do que ninguém. É lamentável que ocorra isso. Não sei o que o Renê Júnior vai fazer, mesmo ele tendo pedido desculpa. Isso é triste e horrível, tira o foco do jogo. Tenho uma negação e não admito isso. É uma convivência que nós temos e somos iguais perante Deus", disse Carpegiani.
Foto: Divulgação/ECB/Marcelo Malaquias

tags

0 comentários:

Postar um comentário