domingo, 29 de outubro de 2017

Contra o lanterna, Vitória tenta acabar com jejum dentro de casa



O Leão não vence no Barradão desde o dia 2 de agosto; jogo contra o Atlético-GO acontece neste domingo (29), às 17h.
O campeonato é de pontos corridos, mas o clima do jogo de logo mais é de decisão. A oito rodadas do fim do Brasileirão, vencer o Atlético Goianiense é missão estratégica para o Vitória escapar do rebaixamento. O encontro de desesperados acontece neste domingo (29), às 17h, no Barradão. Com 33 pontos, o rubro-negro baiano está em 17º lugar, posição que abre o Z4. A situação do adversário é ainda pior. O time goiano é lanterna, com 26 pontos.
De acordo com os matemáticos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o Atlético-GO ainda tem chance, mas dificilmente escapa do rebaixamento. A probabilidade de queda é de 93,5%. Segundo o mesmo cálculo, a do Vitória é de 45,3%. Para melhorar essa estatística, o time do técnico Vagner Mancini precisa acabar com o jejum de triunfos no Barradão.
O Vitória é o pior mandante do Campeonato Brasileiro. Em 15 jogos, somou apenas nove dos 45 pontos possíveis em casa, após dez derrotas, três empates e dois triunfos, contra Atlético-MG (2x0), no dia 11 de junho, e Ponte Preta (3x1), em 2 de agosto. Já faz quase três meses que o torcedor rubro-negro não comemora no Barradão.
“O que mais tem me dado dor de cabeça é jogar no Barradão. Fora de casa, o nosso time tem uma concentração muito grande”, afirmou Vagner Mancini. “É o ambiente do Barradão que tem jogado contra a gente”, avaliou o treinador rubro-negro. 
A campanha do adversário dá esperança. Além de pior time do campeonato, o Atlético-GO costuma ter sua rede balançada em território adversário. O Dragão tem a terceira pior defesa fora de casa no torneio. Sofreu 27 gols como visitante, média de 1,8 por partida. Só Sport e São Paulo lamentaram mais, 28 vezes cada. O problema é que o Vitória tem a pior defesa como mandante: 26 gols sofridos, média de 1,7 por jogo. Não à toa, as duas equipes dividem o posto de defesa mais vazada da Série A, com 47 gols sofridos. 
Correios 24 horas

tags

0 comentários:

Postar um comentário