segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Guanambi: Foragido da justiça de alta periculosidade é preso após trocar tiros com a PM



Nivaldo Rodrigues dos Santos, vulgo “Macarrão”, 36 anos de idade, considerado pela polícia criminoso de alta periculosidade, foi preso na tarde deste domingo (22/10), por uma guarnição da Polícia Militar (PM), na Avenida Governador Valdir Pires – Bairro Lagoinha, na saída para a Fazenda Pau de Colher, em Guanambi (BA), acusado pela prática de vários crimes como furtos, roubos (motocicletas) e tráfico de drogas. De acordo com informações obtidas pelo site Sudoeste Bahia, o detido que estava foragido de uma penitenciaria de Salvador há cerca de dois anos é suspeito de atormentar a população de Candiba, Guanambi, principalmente no Distrito de Mutans e outros municípios da região. Ele foi recapturado depois que a PM montou uma “campana” por várias horas após intensa investigação do serviço de investigação da P2, apontando que “Macarrão” estava escondido na residência da mãe, desde a madrugada do referido dia, com ferimento na perna, em decorrência de uma troca de tiros com policiais militares em uma festa na localidade, denominada Santa Rosa – zona rural de Candiba (BA), quando ele foi alvejado com um tiro na panturrilha. Na ocasião, mesmo ferido o elemento conseguiu fugir ao correr para o mato, sendo perseguido pelos policiais militares, que devido à escuridão, não teve êxito na diligência. Posteriormente, a genitora do suspeito, prontamente, autorizou a entrada dos policiais militares na residência, onde “Macarrão” foi encontrado baleado. A Polícia acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192), que prestou atendimento médico dentro da residência e em seguida o encaminhou para a emergência do Hospital Regional de Guanambi (HRG). Após ser medicado, o individuo recebeu voz de prisão em cumprimento a mandado de prisão em aberto. Ele foi apresentado na sede da 22ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), em Guanambi e está novamente a disposição da justiça. (Por Vílson Nunes & Marcos Oliveira / Sudoeste Bahia)

tags

0 comentários:

Postar um comentário