sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Homem é suspeito de matar esposa e esconder corpo debaixo da cama



Investigadores do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) estão à procura de Orlando de Jesus. Ele é suspeito de matar a facadas a esposa, Maria Lucília dos Santos de Jesus, de 46 anos, na noite de quarta-feira, 18, na rua Nair, no bairro de Pernambués.
O corpo da mulher foi encontrado por um familiar escondido embaixo da cama do casal, por volta das 22h. Durante a perícia, os agentes do Departamento de Polícia Técnica (DPT) constataram que ela tinha várias lesões nas costas, no abdômen e nos braços.
“Depois de matá-la e esconder o corpo, ele limpou a casa e ainda recebeu alguns familiares”, contou uma fonte policial, sem se identificar.
Ainda conforme o policial, o crime foi motivado por ciúmes, após Orlando desconfiar que estava sendo traído pela esposa. Antes de fugir, ele deixou uma carta escrita à mão explicando à família o motivo da ação violenta e pedindo desculpas.
O homem fugiu levando apenas uma sacola com roupas. Informações dão conta de que Orlando foi visto pela última vez horas após o crime, no Terminal Marítimo, na Av. Engenheiro Oscar Pontes, em São Joaquim. A polícia apura se ele pegou o ferry boat e foi para a Ilha de Itaparica.
Segundo informações da assessoria da Polícia Civil, parentes de Maria Lucília revelaram que brigas entre o casal eram constantes, inclusive com agressões físicas.
Feminicídio
Se for preso, Orlando deve ser autuado com base na Lei Maria da Penha e responder por feminicídio  – crime de ódio contra mulheres.
Dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-BA) indicam que, de janeiro a agosto deste ano, em todo o estado, 33 mulheres foram vítimas de feminicídio.
Foram cinco casos em Salvador, quatro na região metropolitana (RMS) e 24 no interior. Os dados de setembro e outubro ainda não foram contabilizados.
O caso é apurado pela 2ª Delegacia de Homicídios (DH/Central), do Departamento de Homicídios (DHPP). O corpo de Maria Lucília foi enterrado às 17h desta quinta, 19, no cemitério Municipal de Terra Nova (distante a 83 km da capital).
Fonte: A Tarde

tags

0 comentários:

Postar um comentário