domingo, 29 de outubro de 2017

Maria Ribeiro é agredida por segurança de bar durante transmissão nas redes sociais



A atriz Maria Ribeiro foi agredida pelo segurança de um bar em Madri, na Espanha, enquanto fazia uma transmissão ao vivo no Instagram. A brasileira gozava do fato de que a cineasta Laís Bodanzky, que a acompanhava na viagem, havia sido barrada do local por estar de tênis. As duas brincavam com outros membros da equipe de promoção do longa “Como Nossos Pais” quando um vigia do Barbara Ann Madri usou a força para evitar que a artista gravasse na frente do estabelecimento.
“Que isso. Você está louco?”, questiona Maria enquanto o segurança tentava tomar seu celular. A transmissão termina logo após a agressão. Nas palavras da atriz, o grupo “tirava sarro de uma atitude tão sem sentido”. Laís Bodanzky, premiada diretora de cinema, brincou que estava acostumada a andar de tênis em tapetes vermelhos enquanto a colega desaconselhou a ida ao bar em função do veto baseado no traje da cineasta.
Maria Ribeiro publicou no Instagram duas fotos depois da agressão. Em uma das delas, ela fez questão de calçar tênis em solidariedade a Bodanzky. “Mexeu com uma mexeu com todas”, escreveu. Em outra publicação, a atriz ressaltou que o caso a fez ter mais certeza da importância das pautas que defende no Brasil, como o feminismo.
“Como é infeliz a vida de quem acredita no status quo. Como é violento o mundo que divide os seres humanos entre ricos e pobres. Entre homens e mulheres. Entre brancos e negros. Como cada vez mais tenho certeza de que o feminismo é uma questão de sobrevivência. O segurança, com o dobro do meu tamanho, jamais teria feito o que fez — vir pra cima de mim e pegar meu celular — com um homem. Denunciem o machismo. Na polícia. Nas redes sociais. Denunciem quando for com a vizinha, com a mulher do lado, com a mulher do outro lado”, destacou a artista.
Informe Baiano

tags

0 comentários:

Postar um comentário