domingo, 29 de outubro de 2017

Polícia conclui inquérito e Adriel vai responder por feminicídio em Itapuã



O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) concluiu, na segunda-feira (23), o inquérito que apurava a morte da estudante Andreza Vitória Santana da Paixão, de 15 anos, assassinada com um tiro na nuca pelo ex-namorado Adriel Montenegro dos Santos, 21. O documento composto por mais de 150 páginas também já foi remetido ao Ministério Público (MP).
Adriel foi indiciado pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, por motivo torpe, impossibilidade de defesa da vítima e feminicídio, e por porte ilegal de arma, visto que admitiu, em depoimento prestado no DHPP, que já possuía o revólver utilizado por ele para assassinar Andreza.
Nesta terça-feira (24), a Justiça converteu a prisão de Adriel em preventiva e ele deverá permanecer custodiado no sistema prisional, para onde seguiu desde o dia 25 de setembro, quando apresentou-se acompanhado de um advogado, na sede do DHPP, na Pituba.
O crime ocorreu no dia 17 de abril, na casa de Adriel, para onde ele atraiu a adolescente, depois de tomar-lhe a mochila na porta do colégio onde ela estudava. A polícia apurou que Andreza havia rompido o namoro com ele por conta do temperamento agressivo de Adriel, mas ele não se conformava com o fim da relação.
Informe Baiano

tags

0 comentários:

Postar um comentário