quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Atletas do Santa Cruz ameaçam não entrar em campo nas últimas rodadas da Série B; Entenda



A equipe do Santa Cruz entrou em campo já rebaixada na noite da última terça-feira (14), e não saiu de um empate por 0 a 0 com a equipe do Paraná, no Arruda. Após a partida, repórteres presentes no estádio do clube coral relataram um grande barulho de discussão vindo dos vestiários do clube mandante.
O motivo da confusão após o jogo teria sido a alteração da data do último jogo do Santa na Série B, que saiu do dia 25, um sábado, e passou para a próxima terça-feira, dia 21. Porém, antes disso, houve uma reunião entre diretoria e jogadores, onde foi feita uma promessa de que o pagamento dos funcionários e da comissão técnica seria feito nesta sexta-feira (17), e o dos atletas na próxima quarta-feira (22/11).
Com a antecipação da data da última partida, os atletas ficaram receosos de continuarem sem receber os salários e ameaçam não viajar na sexta-feira, para o duelo com o Paysandu, pela 37ª rodada da Série B. Em entrevista coletiva após o jogo, o técnico Marcelo Martelotte falou sobre a hipótese da equipe não entrar em campo nos próximos dois jogos.
“Posso garantir que se os jogadores entrarem em campo nesses dois jogos, estarei em campo. A não ser que me mandem embora. Agora, se não tiver time, não adianta ter técnico. Se eles tomarem a decisão de que teremos os dois jogos, farei o meu papel”, afirmou o comandante.
Visando acalmar o ambiente após a movimentada noite de terça-feira, Marcelo Martellote liberou o elenco do treinamento que estava agendado para esta quarta-feira. O grupo agora só retorna aos trabalhos nesta quinta-feira (16), e deve viajar na manhã desta sexta para Belém, onde enfrenta a equipe do Paysandu, neste sábado (18), às 16h30.

Foto: Marlo Costa / Pernambuco Press

tags

0 comentários:

Postar um comentário