quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Ex-jogador confessa ter matado técnico de time após programa



O ex-jogador Matheus Rodrigues, de 20 anos, confessou ter matado o técnico de futebol Armando martins Filho, conhecido como Armandinho. O crime aconteceu no dia 5 de novembro em Porto Nacional (TO) e, desde então, Matheus estava sendo procurado.
O rapaz foi preso na tarde desta quarta-feira (22) em uma praia de Palmas, confessou o crime e alegou que matou Armandinho por conta de um problema com o pagamento de um programa que teria feito com o técnico.
Segundo o G1, Matheus contou no depoimento que conheceu o técnico aos 15 anos quando entrou para a base do Interporto, time treinado pela vítima na época. Eles teriam começado a relacionar e, depois de sair do time, passou a cobrar pelos encontros.
O corpo de Armandinho foi localizado logo depois do crime por sua irmã. O ex-jogador virou alvo após testemunho de algumas pessoas.
               
Além de técnico de futebol, Armando era funcionário da prefeitura, na Secretaria de Educação, e era responsável pelos títulos das categorias de base do Interporto. Também colecionava vitória em jorgos estudantis. Segunto a TV Anhanguera, em 2013 ele foi homenageado pela Federação Tocantinense de Futebol dando nome no Campeonato Estadual Sub-17: a Taça Professor Armandinho.
G1

tags

0 comentários:

Postar um comentário