segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Família de menina que sobreviveu a acidente é localizada; pais morreram


A equipe do Hospital Geral do Estado (HGE) conseguiu localizar a família da menina Isabela, 6 anos, que estava internada após um acidente que vitimou seus pais, no último sábado (11), na BR-101, próximo à cidade de Esplanada, no Nordeste do estado. Adriana Lemos Pereira do Nascimento, 38 anos, e Anderson Lima do Nascimento, 39, morreram no local do acidente.
A colisão entre o carro da família e um caminhão foi por volta das 14h40 do sábado, mas familiares do casal só foram identificados por volta das 14h deste domingo, um dia após o ocorrido. Na manhã deste domingo, o CORREIO apurou que profissionais do hospital ainda tentavam localizar parentes das vítimas  
“A filha deles está bem e já está com os tios e o avô, que foram resolver a liberação dos corpos para o Rio. Ela estava muito cansada, não dormia desde o acidente”, afirmou a costureira Michele Lima, 30, prima de Anderson.
               Família de menina que sobreviveu a acidente é localizada; pais morreram
De acordo com Eraldo Evangelista, investigador da Polícia Civil de Esplanada, foi realizada perícia no local do acidente. Uma unidade da Samu socorreu a criança e a levou para Alagoinhas, de onde ela foi encaminhada para o HGE, na capital. “A família ficou em desespero com a notícia, mas ligamos para o hospital e tivemos melhores informações”, conta Michele.
Os pais da menina moravam na cidade de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro, e estavam desde janeiro em Tabocas do Brejo Velho, no Extremo Oeste baiano. A prima de Anderson conta que o casal viajava bastante de carro, principalmente a trabalho. “Eles já foram para são Paulo, Pernambuco e, agora, Bahia”, explica Michele.
Ambos eram técnicos de edificações. “Quando tinha obras em outros estados, ele ia”, conta a prima de Anderson. Isabela, que era filha única, nasceu em Recife - ela veio ao mundo, justamente, durante uma dessas viagens a trabalho dos pais.
De acordo com parentes, o casal voltava com a filha para casa, no Rio, depois da temporada de trabalho na Bahia. Anderson falou com a família pela última vez no sábado, por volta das 11h, cerca de três horas antes do acidente. Ele mandou fotos da viagem.
Escapou por milagre
Segundo o investigador Eraldo Evangelista, o acidente aconteceu após uma ultrapassagem mal feita numa curva da BR-101. Isabela estava na cadeirinha e teve ferimentos leves. “Foi um milagre ela ter sobrevivido”, conta.
O investigador disse não ser possível afirmar se o carro ou o caminhão estavam na contramão, porque os veículos se deslocaram na pista no momento do acidente.
Isabela teve alta do hospital e passa bem. Neste domingo, ela não quis falar com ninguém no HGE.
“Os pais ensinaram ela a não falar com estranhos, talvez por isso ela não falou”, explica Michele.
Os parentes informaram que os corpos de Anderson e Adriana foram liberados na tarde desta segunda (13), mas não há previsão de quando será o enterro.
O motorista do caminhão, José Batista dos Santos, 58, e seu ajudante, Jordan Araújo Santos, de idade ignorada, tiveram ferimentos leves e passam bem. Eles foram localizados nesta segunda e devem ser ouvidos pela polícia, sobre o acidente, nos próximos dias.
Relacionado Menina internada no HGE sobreviveu a acidente que matou os pais.
Correios 

tags

0 comentários:

Postar um comentário