quarta-feira, 22 de novembro de 2017

João Dourado-BA: 2 suspeitos de sequestrar presidente da Câmara e secretário morrem em confronto com a polícia.



Dois homens suspeitos de sequestrarem o presidente da Câmara de Vereadores da cidade baiana de João Dourado, Marcos Paraná, e o secretário de Transportes do município, Marcos Oliveira, morreram em confronto com policiais militares, na cidade de Casa Nova, no norte da Bahia. A informação foi divulgada ao G1 pela Polícia Civil, nesta terça-feira (21).
A troca de tiros ocorreu no domingo (19). De acordo com a polícia, a dupla e mais dois suspeitos teriam roubado um carro na cidade de Petrolina, em Pernambuco, horas antes do confronto, e estariam fugindo para Casa Nova, quando o veículo quebrou e eles ficaram parados na rodovia.
Conforme a polícia, o dono do carro, pegou um ônibus para voltar para Casa Nova, passou pelo local, viu os suspeitos e acionou a polícia. Os agentes estiveram no local, foram recebidos a tiros e revidaram, segundo a polícia. Durante a ação, os dois suspeitos morreram e os outros dois comparsas conseguiram fugir.
De acordo com a polícia, a suspeita do envolvimento dos suspeitos no sequestro surgiram depois que os celulares do presidente da Câmara e do secretário de João Dourado, cidade também no norte do estado, foram encontrados com os homens. O crime ocorreu na tarde da última sexta-feira (17). Nenhuma das vítimas se feriu.
Segundo a polícia, os suspeitos foram identificados como Jhonni Pereira da Silva, de 22 anos, e Alexandro da Silva, de 36 anos. Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) da região, onde foram periciados. Os outros dois suspeitos são procurados pela polícia.
Sequestro
De acordo com informações da Polícia Civil, as duas vítimas do sequestro seguiam em um carro para o povoado de Descoberta, em João Dourado, enquanto em um outro veículo, à frente, seguiam a vereadora Maria Fernandes e o marido dela. No trajeto, quatro homens abordaram o carro onde estava a vereadora, roubaram os celulares dos passageiros e os liberaram para seguir viagem.
Depois, o grupo abordou o carro com o presidente da Câmara e o secretário de Transportes, que foram levados. Marcos Paraná e Marcos Oliveira foram liberados por volta das 22h, no município de Barra do Mendes, a cerca de 80 km de João Dourado. Os bandidos levaram o carro onde as vítimas estavam.
A polícia informou que os bandidos não pediram dinheiro para liberar as vítimas e que, segundo depoimentos Marcos Paraná e Marcos Oliveira, os criminosos disseram que queriam utilizar o veículo, que seria devolvido. No entanto, o carro ainda não foi encontrado.
Macaubense Life

tags

0 comentários:

Postar um comentário