terça-feira, 14 de novembro de 2017

Jornalista é encontrada morta em edifício na Avenida Tancredo Neves


Jornalista é encontrada morta em edifício na Avenida Tancredo Neves

A jornalista Daniela Bispo, de 28 anos, foi encontrada morta na manhã desta terça-feira (14) no Edifício Catabas Empresarial, na Avenida Tancredo Neves, em Salvador. Ela estava desaparecida desde às 19h da última segunda-feira (13). Formada em Jornalismo pela Unijorge, em 2015, Daniela trabalhava na empresa Call Tecnologia, que presta serviços de call center no primeiro andar do prédio. Ela havia saído para comprar um remédio, mas não retornou ao trabalho.
A polícia encontrou o corpo da jovem com vestígios de sangue na escada do 5º andar do prédio. "Trata-se de um homicídio. Houve luta corporal, pois havia muito sangue e marcas em várias partes do corpo. Ela tentou lutar. O levantamento cadavérico apontou que há uma marca de objeto perfurocortante na cabeça", afirmou o capitão Sales, da 35ª Companhia Independente da PM (CIPM/Iguatemi), em entrevista ao jornal Correio.
O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. De acordo com a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações da Bahia (Sinttel), Edla Rios, os funcionários reclamam da falta de segurança no prédio há algum tempo. ""Vamos cobrar da empresa mais segurança no local, porque os únicos vigilantes circulam apenas dentro do prédio, ou seja, qualquer pessoa pode passar pela portaria", disse, em entrevista ao jornal A Tarde.

tags

0 comentários:

Postar um comentário