sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Luto: Familiares aguardam traslado do médico baiano André Luis Oliveira, morto no Atacama



Médico tinha 49 anos e morreu após sofrer mal súbito enquanto percorria o deserto, durante férias no Chile. Ele atuava em Salvador. Cremeb emitiu nota de pesar.
Familiares aguardam o traslado do corpo domédico baiano de 49 anos morreu durante passeio para escalar um vulcão, no Deserto do Atacama, no Chile. De acordo com o Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb), André Luis Andrade de Oliveira teve um mau súbito e morreu no local, na última segunda-feira (13).
O Cremeb lamentou a morte do médico, que se graduou na Universidade Federal da Bahia. André Luis era cardiologista e estava com a mulher, que também é cardiologista, quando se sentiu mal. O casal estava com grupo de turistas que subia o vulcão Láscar, na região de Antofagasta, localizada a cerca de 5 mil metros acima do mar. Ainda de acordo com o Cremeb, o médico André Luis atuava em emergências e UTI’s em Salvador.
                      
“No trabalho em Emergências e UTIs era admirado pela disposição e tranquilidade com que lidava com pacientes ansiosos ou com doenças graves. Na vida social, sempre uma pessoa alegre e que irradiava otimismo. Com uma vitalidade transbordante, aproveitava cada momento, com a leveza de quem não tinha medo da morte”, disse, em nota, o conselheiro e vice-presidente do Cremeb, Julio Braga, amigo e companheiro de trabalho de André Oliveira.
O cardiologista trabalhava no Hospital Português há 21 anos. Em nota, a unidade de saúde lamentou a morte do médico. “Dr. André Luis, brilhantemente, integrava a equipe do Serviço de Emergência do Hospital Português com competência e humanização diferenciadas”, diz a nota.
O cardiologista também atuava no Centro de Referência em Cardiologia da capital, administrado pela Santa Casa da Bahia, que também lamentou, em nota, o ocorrido com o médico. “Aos familiares, amigos, colegas e pacientes do dedicado e talentoso profissional, a Santa Casa da Bahia expressa sua solidariedade”, diz a nota. O cardiologista deixa mulher e dois filhos, um adolecente e um jovem. Nesta quinta-feira (16), o corpo de André Luis permanecia no Chile, no aguardo de repatriação. Ainda não há data para o sepultamento dele. 
As informações são do G1 Bahia.

tags

0 comentários:

Postar um comentário