sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Macarani: Adolescente diz que matou “Pôla” em vingança pelo assassinato de seu amigo



Empresário Adriano de Souza Brito, conhecido por Pôla”, seria suspeito de participação na morte de Gabriel Reis Carvalho, de 18 anos, ocorrida três dias antes. Polícia Civil já descartou esta hipótese.
Policiais civis da 21ª Coorpin, comandados pelo Coordenador Regional Roberto Júnior, elucidaram o homicídio em que foi vítima o comerciante Adriano de Souza Brito, conhecido por Pôla, cujo crime aconteceu no domingo (12 de novembro), em Macarani.
Um adolescente, de 16 anos, foi apreendido e duas testemunhas localizadas no curso da investigação forneceram detalhes do fato para os delegados Irineu Andrade, Titular de Itapetinga, e Marcelo Cavalcanti, substituto de Macarani. Desde o dia da morte de Pôla que esforços foram empreendidos no sentido de prender o autor, com vários policiais civis nas ruas. As investigações continuam em torno do caso, mas a Polícia Civil tem certeza que o adolescente infrator executou Pôla por vingança.
                  
A vítima seria suspeita de ser um dos partícipes da morte de Gabriel Reis Carvalho, de 18 anos, ocorrida na noite de 09 novembro, quinta-feira, ou seja, três dias antes, também em Macarani.
Polícia Civil descarta participação de “Pôla” em assassinato
Em resposta rápida aos apelos da sociedade que clama por Justiça e pelo fim da violência em Macarani, a Polícia Civil através da 21º Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), que tem o comando do Delegado Dr. Roberto Júnior, conseguiu dar uma resposta muito rápida ao elucidar nesta terça-feira (14), um dos crimes que chocaram a cidade nos últimos dias.
Em operação que contou com a participação dos Delegados Marcelo Cavalcante e Irineu Andrade, e que começou nas primeiras horas da madrugada desta terça-feira (14), a Polícia apreendeu o adolescente F.S de 16 anos e duas testemunhas, meninas também adolescentes as quais forneceram detalhes do fato para o Dr. Irineu Andrade, Titular de Itapetinga e Dr. Marcelo Cavalcante, substituto de Macarani. Com o menor foi apreendido um revólver calibre 22, que acredita-se, tenha sido a arma do crime.
Segundo o que apurou a Polícia: F.S, acredita que Adriano Souza Brito (Pôla), tenha sido autor ou esteja envolvido no assassinato de Gabriel dos Reis (Ratinho), que foi executado a tiros na última quinta-feira (09) na Rua Itapetinga, Bairro Sobral Bentes em Macarani. Segundo testemunhas: Pôla já havia se estranhado várias vezes com Ratinho, uma vez que o mesmo esteve envolvido no assassinato de Euclides (Sapão) em janeiro de 2014, e Sapão era primo de Pôla. Mas, segundo Dr. Marcelo Cavalcante: nenhuma linha de investigação da Polícia leva a algum elo que ligue Adriano (Pôla), ao assassinato de Gabriel dos Reis (Ratinho).
Em depoimento a Polícia, as duas testemunhas ouvidas contaram que F.S, havia anunciado “Ia cobrar a morte de Ratinho” e depois de executar o assassinato, quando juntos estavam fazendo uso de drogas, ele confirmou que havia cobrado a morte do amigo. A Polícia continua as investigações, durante todo o dia desta terça-feira, mais de 25 pessoas foram conduzidas a Delegacia durante as investigações, e existem muitos aspectos do crime que precisam ser desvendados, mas na opinião tanto do Dr. Irineu Andrade, quanto do Dr. Marcelo Cavalcante, a autoria do assassinato de Adriano Sousa Brito (Pôla), está definida. Com informações da 21ª Coopin e Revista Geral Bahia.

tags

0 comentários:

Postar um comentário