quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Morre jovem ferida em batida com 4 vítimas da mesma família em Irecê; suspeito tem prisão preventiva decretada



A jovem que ficou ferida após o carro em que viajava com a família bater de frente com outro, na cidade de Irecê, no norte da Bahia, morreu no dia 21 de novembro, cerca de nove dias após o acidente que vitimou quatro pessoas da família dela.
As informações foram divulgadas nesta quinta-feira (30), pelo delegado responsável pelo caso, Ernandes Santos. A vítima estava internada em estado grave no Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador.
O acidente ocorreu na manhã do dia 12 de novembro, em um trecho da BA-052. No momento do acidente, Amanda Ferreira dos Santos foi a única sobrevivente do carro em que estava.
A mãe, o pai, a irmã e a filha dela, de apenas 3 anos, morreram na batida. Inicialmente, Amanda recebeu atendimento no Hospital Regional de Irecê e depois foi transferida para o HGE.
O delegado Ernandes Santos informou que o inquérito do caso foi concluído no dia 22 de novembro. O suspeito de ter provocado a batida já havia sido identificado.
                     
Maurício Machado Carvalho Cardoso, de 19 anos, é considerado foragido, já que a prisão temporária dele, que havia sido decretada pela Justiça foi convertida em preventiva no dia 23 de novembro, conforme disse o delegado.
Uma garrafa de uísque e alguns copos foram encontrados dentro do carro do suspeito. A polícia informou que os indícios e perícia apontam que o rapaz estaria dirigindo em alta velocidade e possivelmente embriagado.
O Ministério Público estadual, também se posicionou sobre o caso e ofereceu denúncia contra Maurício. Por meio de nota, o MP-BA disse que os promotores do órgão apontam que Maurício agiu com dolo eventual, assumindo o risco de provocar um grave acidente. Destacou ainda que ele fugiu do local sem prestar socorro às vítimas.
Acidente
As cinco vítimas do acidente estavam em um carro modelo Santana e o suspeito em um SW4. As vítimas eram comerciantes e estavam a caminho de uma feira livre, na cidade de América Dourada, a cerca de 53 km de Irecê, quando ocorreu o acidente.
Conforme a polícia, investigações apontam que o motorista da SW4 teria invadido a pista contrária e provocado a colisão. Os carros ficaram destruídos após a batida.
Ainda segundo o delegado Ernandes Santos, o mesmo jovem já respondeu por ato infracional pelo porte ilegal de arma de fogo e condução de veículo automotor sem habilitação. A situação teria ocorrido em 2016, quando ele ainda era adolescente.
As vítimas mortas no dia do acidente foram identificadas pela polícia como Edenilson Alves dos Santos, 54 anos, Zuleide da Silva Ferreira, 57 anos, Itamara Ferreira dos Santos, 25 anos, e Graziele Campos Santos, 3 anos. Conforme a polícia, Edenilson e Zuleide eram casados e pais de Itamara e Amanda.
Mídia Recôncavo

tags

0 comentários:

Postar um comentário