quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Muritiba: Diretores da Cootam são ouvidos pela Polícia Civil sobre o assassinato do presidente



Na manhã desta terça-feira (07) a Polícia Civil de Muritiba ouviu mais pessoas envolvidas no caso do homicídio do presidente da Cooperativa dos Condutores Autônomos de Transporte Alternativo do Recôncavo Meridional (Cootam), morto a tiros na noite da segunda-feira do dia 18 de setembro, na localidade de Sanca, zona rural de Muritiba.
Os depoimentos foram prestados a Delegada substituta Ana Neide, diante do inquérito que tramita na instituição. O processo está sendo mantido em sigilo pelas autoridades. 
O crime chocou a comunidade do Sanca, área rural do município serrano. Até o momento cerca de 10 pessoas já foram ouvidas pela Delegacia local. A Polícia Civil acredita que esteja bem próxima de solucionar o quebra cabeça que intriga a todos: quem matou e porque, Reginaldo Souza de Oliveira, 38 anos? O presidente deixou filhos e esposa.

Informações do Mídia Recôncavo

tags

0 comentários:

Postar um comentário