sábado, 4 de novembro de 2017

Na sexta-feira, o local que dá acesso às plataformas A e B do Terminal Rodoviário ficou alagado


Terminal Rodoviário de Salvador - Salvador Avenida Antônio ...

Se o vídeo do alagamento no Terminal de Ônibus Rodoviária de Salvador viralizou nos grupos de WhatsApp, entre os ambulantes que trabalham no local o burburinho não foi grande. O motivo: “Toda vez que chove dá esse problema”, relataram quatro deles ao CORREIO. O acesso subterrâneo para as plataformas A e B foi interditado nesta sexta (4) por causa da água acumulada “após o grande volume de chuvas”, disse a CCR Metrô Bahia em nota. A concessionária administra o local.
Entre as apostas dos comerciantes para o mundaréu de água que cobriu as escadas do lugar estão má planejamento da obra e a subida de nível do rio Camarajipe que tem 14 quilômetros de extensão e passa pela Rodoviária. Mas são palpites. A certeza que eles têm é que o cheiro não era dos melhores. “O mau cheiro era de fossa”, disse Cremildes Rocha, ambulante que chegou às 8h no local e presenciou o caminhão pipa fazendo a drenagem da água. Durante uma parte da tarde, ela ficou ausente e só voltou às 16h. Nesse horário, a situação já havia sido normalizada.
               
Já Jucelino dos Santos, que também trabalha no local, sorriu ao relatar o que segundo ele já é comum. “De manhã já tava cheio (de passageiros no Terminal). Eles ficavam com um pouco de medo”, contou mostrando até onde a água alcançou: acima de pelo menos dez degraus. 
             
Ainda de acordo com a nota divulgada pela CCR Metrô, entre medidas que estão sendo tomadas para evitar novos alagamentos está “nova etapa de limpeza das tubulações, em maior extensão, desde o rio Camarajipe até o Terminal Rodoviária, possibilitando assim a remoção dos resíduos que causam o entupimento da rede". 

'Toda vez que chove dá esse problema', dizem ambulantes da Rodoviária".
Correios

tags

0 comentários:

Postar um comentário