quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Preso liga de presídio para policial e tenta negociar soltura da esposa em Feira



Uma mulher foi presa com armas e drogas nesta terça-feira, 7, em  Feira de Santana (a 109 km de Salvador). Josete de Oliveira Santos, 44 anos, é mulher de Genivaldo Reis dos Santos, conhecido como 'Mó', que cumpre pena no Conjunto Penal da cidade.
Após saber da prisão da esposa, Genivaldo ligou de dentro da penitenciária para um dos celulares apreendidos e tentou negociar, sem sucesso, a soltura da companheira.
"No momento da prisão (de Josete), o irmão menor de idade de Mó veio com um celular dizendo que tinha uma ligação. Pensei que fosse mais denúncias, mas quando atendi o traficante se identificou e tentou me subornar para a soltura da mulher", disse o sargento da Polícia Militar Queiróz, que participava da ação.
Segundo Queiróz, Josete foi localizada em um mercadinho que era administrado por ela como fachada para camuflar o tráfico. "Na denúncia, informaram que ela estava traficando há algum tempo a mando do marido preso. Provavelmente, ela assumiu o posto dele após a prisão", contou.
No local foram encontrados: celulares, R$ 1.430 em espécie, um revólver calibre 38 com numeração ilegível, 18 munições calibre 12, duas algemas, uma pistola 635 – Beretta, um carregador de fuzil, 34 munições de fuzil, um rifle calibre 22 com dois carregadores sendo um municiado com cinco munições, um calibre 12, um fuzil Airsoft usado para assalto, três munições de 9 mm, quatro munições ponto 40, cinco munições de 38, uma porção de maconha e três de cocaína. 
De acordo com Allan Silva Araújo, capitão da PM e Diretor do Conjunto Penal de Feira, foi realizada uma vistoria na unidade prisional. "Encontramos um celular que foi passado para a  Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE). O aparelho estava dentro da cela onde Mó estava, mas ele alegou que encontrou o aparelho nas tubulações de esgoto do conjunto. Alguém no passado teria escondido e ele encontrou", contou.  
Conforme Alan, o preso vai responder a um processo administrativo disciplinar internamente. Ele está detido por tráfico de drogas e já cumpriu pena por roubo a bancos. 
Josete Santos foi encaminhada à Delegacia Territorial (DT/Feira de Santana). A Polícia Civil investigará qual a participação de Genivaldo na compra e armazenamento dos materiais.

A Tarde.

tags

0 comentários:

Postar um comentário