sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Segundo policial acusado de matar jogador de basquete no Rio Vermelho é preso



O Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) da Polícia Civil cumpriu, nesta quinta-feira (16), o mandado de prisão temporária contra o soldado PM Alexsandro de Souza Cerqueira, que se apresentou acompanhado de advogado. Ele é apontado como um dos responsáveis pelos tiros efetuados no bairro do Rio Vermelho, que deixou duas pessoas feridas e matou o jogador de basquete Ednei Moreira Bahia. Outro policial, Frederico Santos Costa, já está preso.
Em depoimento, Alexsandro disse que deu tiros para o alto apenas como forma de defesa, já que Ednei e seus amigos o teriam ameaçado. Uma pistola calibre 380 de sua propriedade foi apreendida e encaminhada para perícia no Departamento de Policia Técnica (DPT), onde será submetida ao Ibis (Sistema de Identificação Balística). Este equipamento é capaz de revelar de qual arma pertence o projétil encontrado no corpo do jogador. Depois de ouvido, o policial passou por exames médicos no DPT e foi encaminhado para a Corregedoria da Policia Militar.
Caso
Edinei e o amigo foram atingidos após uma discussão na saída de uma casa de shows. O crime aconteceu na madrugada de domingo (5). Ele foi socorrido por populares para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu aos ferimentos. Além de Edinei e o amigo, um ambulante foi atingido. Imagens gravadas por uma câmera de segurança de um estabelecimento no Largo de Santana, ajudaram na identificação dos acusados.
Informe Baiano

tags

0 comentários:

Postar um comentário