terça-feira, 14 de novembro de 2017

Vídeo: Identificadas as vítimas fatais, incluindo bebê, em acidente com ônibus na BR-381



Um bebê de oito meses, identificado como Weslei Silva Ribeiro, que morava em Camacan, no sul da Bahia, é um dos sete mortos no acidente com o ônibus que saiu de Itabuna, também no sul do estado, e tombou na cidade de Brumadinho, Minas Gerais, no último domingo (12). O ônibus tinha a cidade de São Paulo como destino.
A mãe do bebê, Ketiele Silva Santos, permanece internada em estado grave no Hospital João XXIII, em Belo Horizonte. O corpo de Weslei já foi liberado e será sepultado em São Paulo, cidade onde o pai do bebê mora. Outros três baianos que morreram no acidente foram identificados. Vantinei Ferreira Souza, de 43 anos, era de Itabuna. O corpo dele já foi liberado e será velado na manhã de terça-feira (13), na quadra do Colégio Ciso, em Itabuna. Outra vítima foi Gleice Elma dos Santos, de 36 anos, que morava em Ilhéus.
O corpo dela já foi liberado, e o velório está previsto para as 12h de terça. Não há informações sobre o local. A quarta vítima baiana identificada é Leandro Rodrigues Santana, de 33 anos, que morava em Camacan. O corpo de Leandro ainda não foi liberado.
Outras duas vítimas identificadas
Acenate Souza, 37 anos, mais conhecida como Naty (abaixo à esquerda na foto), moradora da Avenida Esperança, é a segunda vítima fatal do acidente ocorrido na manhã deste domingo (12) na BR-381, em Brumadinho, Minas Gerais. Acenete seguia na excursão que saiu de Itabuna com destino ao estado de São Paulo. O veículo transportava sacoleiros de Itabuna e região. O ônibus tombou por volta das 9h50 na divisa com Igarapé, após faltar freio. O corpo de Acenete já foi liberado do departamento de Polícia Técnica de Betim-MG e está com chegada prevista em Ilhéus no final da manhã desta terça-feira (14). O clima é de muita comoção e tristeza na Avenida Esperança, bairro onde residia. O corpo será sepultado no cemitério do Banco da Vitória em horário ainda não definido pelos familiares.
Está sendo velado na Igreja Assembleia de Deus do Parque Infantil, no bairro do Malhado, o corpo da professora da Escola Municipal Barão de Macaúbas Dabliane Oliveira (acima à direita na foto). Por volta das 07hs a professora estava a caminho do trabalho, quando teve um mal súbito, foi amparada por um desconhecido que passava na rua, que a levou para a casa da mãe. Minutos depois, o irmão encaminhou para o hospital sentindo fortes dores, porém não resistiu vindo a falecer. Segundo Cleverson Alves, esposo da educadora, há alguns meses Dabliane vinha se queixando de dores na barriga, foi feito uma série de exames e o médico constatou um nódulo no ovário. O corpo será sepultado nesta terça-feira (14) no cemitério do Basílio, às 10 da manhã. Dabliane Oliveira tem 33 anos, casada e não tinha filhos.
O acidente
A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) informou nesta segunda-feira (13) que o ônibus que sofreu acidente em Brumadinho, na Grande BH, não tem autorização para fazer a viagem. O veículo saiu de Itabuna (BA) e seguia para São Paulo. O ônibus tombou na Rodovia Fernão Dias na manhã deste domingo (12), no sentido São Paulo. A principal suspeita da polícia é que o ônibus tenha perdido os freios. Seis pessoas foram atendidas no Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, na capital mineira. Um dos feridos já recebeu alta e um está em estado grave. Duas pessoas estão internadas no Hospital Regional de Betim. Por telefone, uma funcionária da empresa RC Turismo, dona do ônibus, disse que a documentação do veículo está em dia. A ANTT disse que os fiscais estão acompanhando, junto à Polícia Rodoviária Federal (PRF), os desdobramentos do acidente e tomando as medidas cabíveis. Com informações da Rede Bahia e Fábio Roberto Notícias. Vídeo abaixo:

tags

0 comentários:

Postar um comentário