domingo, 31 de dezembro de 2017

Câmara de vereadores absolve prefeito que foi preso e agora ele pode reassumir a Prefeitura



A Câmara Municipal de Bayeux absolveu, durante sessão que durou 14 horas iniciada nesta sexta-feira (29) e finda na madrugada de hoje, o prefeito afastado do município, Berg Lima (foto), da pena de cassação do cargo. Os vereadores, 10 dos 17, entenderam que não existem provas conclusivas para a aplicação da penalidade e acataram o parecer da Comissão Processante que investigou o gestor.
A sessão teve início ainda na manhã desta sexta-feira (29). Durante o dia, os depoimentos foram exibidos através de um projetor para os presentes na Câmara. Antes da sessão, tumultos foram registrados do lado de fora da Câmara e a polícia precisou intervir para restabelecer a ordem.
Berg era investigado por suposto recebimento de propina de um empresário da cidade após divulgação de vídeo em que recebe uma quantia em espécie, ficando preso por mais de quatro meses e sendo solto no início de novembro através de habeas corpus concedido pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).
Em sua defesa, alega que o dinheiro recebido era oriundo empréstimo que concedeu ao empresário, que ameaçava suspender o fornecimento de quentinhas na UPA do município se não recebesse os recursos. Além disso, afirmou que se tratou de uma jogada arquitetada pelo vice-prefeito Luiz Antônio (PSDB), que queria ascender ao cargo de prefeito e, para isso, armou a situação com o empresário.

Fonte Assessoria

tags

0 comentários:

Postar um comentário