domingo, 31 de dezembro de 2017

QUEM AGUENTA? Na UTI, jovem é disputado por quatro mulheres



Luiz Guilherme Gomes, de 26 anos, sofreu um acidente de moto e está sedado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital em Apucarana, no norte do Paraná, cidade com 100 mil habitantes. Enquanto isso, do lado de fora do leito hospitalar, a esposa e duas amantes disputam o direito de ver o acidentado, pois somente duas pessoas podem vê-lo por dia. O caso ficou conhecido como Don Juan de Apucarana.
Tudo começou depois que a esposa do acidentado descobriu que uma outra mulher também foi ao hospital e se apresentou para as recepcionistas como namorada de Luiz. Em seguida, surgiu uma terceira mulher se dizendo também ser namorada do paciente.
Em meio ao clima tenso, o caso foi parar na delegacia depois que as mulheres chegaram a se agredir na porta do hospital. Incomodada com a situação, a esposa registrou um boletim de ocorrência na tentativa de impedir as amantes de visitar o marido. Já as outras mulheres também procuraram a polícia, pois acham que têm o direito de ver o rapaz.
Uma das amantes disse aos policiais que tem um filho com Luiz e está grávida do segundo. Já a outra namorada também acredita que pode estar grávida.
A confusão aumentou ainda mais quando uma quarta mulher, que teria ganho uma casa do acidentando, também ameaçou entrar na disputa para visitar o paciente. 
Berimbau Noticias 

tags

0 comentários:

Postar um comentário