segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

SIMÕES FILHO: Professor é acusado de abusar de criança de 5 anos dentro de creche


SIMÕES FILHO Professor é acusado de abusar de criança de 5 anos dentro de creche.jpg

Um professor efetivo, que ministra aulas na Creche Escola Retrato de Pureza, da rede municipal de ensino, em Simões Filho, na região metropolitana de Salvador (RMS), está sendo acusado de abusar sexualmente de uma menina de 5 anos de idade. O caso foi registrado na última quinta-feira (28/11), mas só foi divulgado na manhã desta segunda-feira (04/12).
A mãe da criança já registrou a ocorrência na 22ª Delegacia Territorial de Simões Filho, onde o caso segue sendo investigado. Segundo relatos, o pai da menina, bastante revoltado, foi até a casa do acusado e quebrou tudo que tinha na residência. O professor, que atua há quase 10 anos como efetivo da rede municipal de educação, saiu da cidade, a fim de preservar a sua vida.
O Secretário Municipal de Educação, Manoelito Damasceno, se manifestou sobre o caso. “A mãe da menina registrou uma queixa dizendo que a filha foi tocada por um professor na parte intima. A gente tem que ter muito cuidado na apuração desse fato. Não sou eu quem apuro, quem apura é a polícia e quem julga é o juiz”, disse o Secretário. “Temos que preservar fisicamente a menina, o professor e evidentemente a escola. Inicialmente afastei o professor da sala de aula para preservar fisicamente ele e evitar uma situação pior. Temos que ter cuidado e apurar os fatos”, ressalta.

Na unidade de ensino, os colegas de profissão afirmam que o acusado é um bom professor e que não têm conhecimento de nenhuma conduta que o desabone, segundo informou o Secretário Municipal de Educação, acrescentando que é preciso ter cuidado com os pré-julgamentos. “Temos que aguardar a conclusão da investigação”, concluiu .
O educador ainda não foi ouvido pelo delegado que investiga o caso, e deverá se apresentar à Polícia Civil nos próximos dias para se defender da acusação. A Polícia Civil só deve se manifestar sobre o caso após ouvir todas as partes.
Aratu Online

tags

0 comentários:

Postar um comentário