sábado, 13 de janeiro de 2018

BMW com defeito? Depois de Gustavo Scarpa, Henrique Dourado revela vontade de sair do Fluminense



No início da temporada de 2017 uma declaração do técnico Abel Braga, do Fluminense, deixou muito chateada a torcida do Bahia. Depois do volante Matheus Sales, que negociava com o clube carioca, acertar com o tricolor baiano, o experiente treinador afirmou que o jogador teria “trocado uma BMW por um fusca”. Porém, se outrora Abel rotulou o Flu de BMW, um ano após o episódio, a situação parece que se alterou um pouco.
O clube carioca vive uma grave crise financeira, onde inclusive atrasou salários do elenco no final da temporada passada. Essa situação acarretou na dispensa de oito atletas no início da temporada, tendo os experientes zagueiro Henrique e o goleiro Diego Cavalieri entre estes. Inclusive, depois do defensor obter na Justiça a rescisão com o clube, na última quarta-feira foi a vez do arqueiro também ingressar com uma ação nesse sentido.
Mas os problemas não param por aí. Além dos atletas dispensados, o tricolor carioca também vem tendo complicações com jogadores que esperava contar para essa temporada de 2018. Primeiramente, o meia Gustavo Scarpa, insatisfeito com os atrasos salariais, não se reapresentou ao clube no último dia 3 e conseguiu uma decisão liminar para rescindir o seu contrato. A Diretoria afirma que vai recorrer dessa decisão inicial.
Agora foi a vez do centroavante Henrique Dourado, que desperta o interesse do Corinthians, admitir o desejo de deixar o clube das Laranjeiras. O artilheiro foi taxativo ao ser questionado sobre o assunto, logo após a partida contra a equipe do PSV, da Holanda, pela Florida Cup.
“Para ser bem sincero, hoje minha vontade é sair. Sabe por quê? Estou esperando algumas situações, já passei para quem deveria, devido a algumas situações que vocês vão saber. Não cabe a mim ficar apontando o dedo”, declarou Dourado.
Por sua vez, o presidente do clube, Pedro Abad, mostrou-se conformado e disse que vai respeitar a vontade do jogador. “Eu sempre quis que ele ficasse, é o símbolo da nossa reconstrução. Um atleta que chegou no ano passado, a torcida pegou no pé e mostrou ser artilheiro. Não adianta ter um jogador insatisfeito no elenco. Vamos respeitar a vontade dele, mas os interesses do clube têm de ser preservados”.

Galáticos Online/Foto: Divulgação / Florida Cup

tags

0 comentários:

Postar um comentário