quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Dirigentes do Bahia explicam situações de Régis, Iago Maidana, Douglas e Juninho Capixaba



Em coletiva realizada na tarde desta quarta-feira (03) o Bahia anunciou seu elenco e seu planejamento para o início da temporada de 2018. Além disso, o evento também serviu para que o presidente Guilherme Bellintani e o diretor de futebol Diego Cerri esclarecessem dúvidas sobre algumas negociações em que o Tricolor está envolvido.
Sobre a situação do meia Régis, que se apresentou na tarde desta quarta-feira ao Sport, Bellintani afirmou que isso já era esperado. “Tudo como a gente já falou. Nosso contrato com o São Paulo prevê que o Sport e São Paulo se acertem com relação ao Régis, e a partir daí o Régis assina em definitivo com o Bahia. Esta tudo dentro do previsto, não tem nada de fora da curva não”.
Sobre a situação do zagueiro do São Paulo, Iago Maidana, que seria envolvido na negociação pelo goleiro Jean, o mandatário explicou que em momento algum falou no nome do jogador, mas que ele é uma possibilidade. “É possível (eu ele venha). Assim como é possível que venha outro. Não é que ele está excluído da hipótese, mas ele não é a única hipótese”.
Sobre a negociação envolvendo a ida do lateral Juninho Capixaba para o Corinthians, apesar do goleiro Douglas já ter sido flagrado no Fazendão para realizar exames médicos, o diretor Diego Cerri fez questão de afirmar que ainda não está fechada.
“Existem tratativas. Uma negociação que já vem de algum tempo em relação ao Juninho Capixaba indo para o Corinthians e nós estamos sempre defendendo os interesses do Esporte Clube Bahia. Não é uma negociação do Juninho pelo Douglas é uma negociação de uma proposta que o Corinthians nos fez com relação ao Juninho. A gente tem dado andamento nessa negociação, estamos nos acertando aos poucos com Corinthians. Faltam alguns detalhes. O Douglas é um dos jogadores que a gente realmente tem interesse, fez um grande Campeonato Brasileiro e nós vendemos o Jean ao São Paulo, então é uma posição que a gente tem necessidade, de fato. Agora, nós não vamos trazer atletas só por trazer, a gente só vai trazer algum atleta, seja do Corinthians ou de qualquer equipe, se de fato esse jogador for do nosso interesse. Numa negociação existe a questão financeira, existe a possibilidade também de jogadores... o que for melhor para o Bahia, se a negociação for de fato concretizada, que está muito bem encaminhada, será feito”, declarou o dirigente.

Foto: ASCOM / EC Bahia


tags

0 comentários:

Postar um comentário