terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Durante assalto, policial militar é baleada no pescoço a caminho do 1º dia de trabalho



Uma policial militar foi baleada no pescoço na manhã desta segunda-feira (1º), a caminho do primeiro dia de trabalho. De acordo com o subtenente da Polícia Militar Veridiano Moiá, Sara Valeska de Oliveira Barreto foi baleada na porta de casa, quando saía de casa para o trabalho junto com uma colega, também policial.
Ela foi abordada por um grupo de homens armados que dirigia um carro, que tentaram assaltar as policiais e dispararam quando Sara dirigiu em marcha à ré para evitar o crime. O tiro perfurou o para-brisa do veículo e atingiu o pescoço da vítima. Os suspeitos fugiram e são procurados pela polícia.
Conforme o subtenente, o crime ocorreu por volta das 5h30 desta segunda, no Bairro Damas, e a policial chegou ao Hospital Instituto Doutor José Frota, no Centro de Fortaleza, por volta das 6h. Na unidade, a policial passou pelas de endoscopia e ressuscitação e deve passar ainda por uma cirurgia para retirada da bala. Conforme o subtenente da Polícia Militar Veridiano, ela apresenta estado estável de saúde segundo informações do G1.
"Foi um tiro de uma certa gravidade, mas graças a Deus ela no momento não corre risco de morte. A bala se encontra alojada na região do pescoço e ela se submeterá a uma cirurgia para retirada desse projétil", disse o policial.
Sara Valeska faz parte da mais recente turma de policiais a atuar nas ruas do Ceará. Ela se formou em 28 de dezembro de 2017, em uma turma de 1.305 agentes de segurança, sendo 67 mulheres. A formação faz parte da terceira turma de candidatos aprovados em um concurso da Polícia Militar com um total de 4,2 mil vagas.
Infosaj

tags

0 comentários:

Postar um comentário