sábado, 6 de janeiro de 2018

Jovem assassinado andava com celular extra para ladrão


Jovem assassinado andava com celular extra para ladrão

Jovem assassinado andava com celular extra para ladrão
Lucas Barreto dos Santos, de 21 anos, estava saindo do trabalho quando foi assassinado na quinta-feira (4) em São Cristovão, no Rio de Janeiro. Segundo a família da vítima, o jovem costumava andar com um celular extra para assaltantes, caso fosse abordado. Ele foi assaltado na Avenida Radial Oeste, onde foi morto com um tiro no peito.
O tio do rapaz acredita que ele entregou o telefone aos bandidos durante a ação. “Tanto que os documentos, a carteira de dinheiro e a mochila ficaram jogados por lá. Ele tinha um outro celular para dar justamente em uma ocasião como essa, um celular mais ‘vagabundinho’. Mas levaram o outro celular e foram embora. Mataram ele com um tiro só”, comentou Ney Barreto, em entrevista ao Bom Dia Rio.
Momentos antes de ser abordado, o jovem teria ligado para a mãe para dizer que estava no Leblon, saindo do trabalho. Conforme relata o jornal O Dia, de lá o rapaz pegou o metrô, desceu na estação do metrô de São Cristovão e resolveu pedir um Uber por conta da chuva.
Enquanto esperava a chegada do carro, foi abordado por dois suspeitos, que anunciaram o roubo e dispararam contra ele. A vítima morreu no local.O corpo de Lucas Barreto foi velado na manhã da sexta-feira (5), Cemitério São João Batista , em Botafogo, Zona Sul do Rio. O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios da Capital (DH).

Por Noticias ao minuto

tags

0 comentários:

Postar um comentário