quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Mancini revela possível chegada de novos atletas ainda nesta semana e diz que Kieza fica



O técnico Vagner Mancini segue montando a sua equipe para a estreia na temporada 2018, a qual acontecerá na próxima terça-feira (16), contra o Globo-RN, no estádio Barretão, em Ceará Mirim, às 21h00 (de Salvador). Antes disso, o Leão fará um amistoso contra o Atlântico, na sexta-feira (12).
O treinador rubro-negro concedeu entrevista coletiva nesta quinta (11) e revelou que outros jogadores podem chegar ainda nesta semana.
"Importante que você tenha caras novas e eu tenho certeza também que outros atletas vão chegar, possivelmente até ainda essa semana, mas que a gente tenha uma base, que aquele time que acabou 2017 possa render mais esse ano. Que o fato de a gente tá na pré-temporada signifique pra o time um ganho e que quando a gente chegar lá na frente no Brasileiro, tenha uma equipe que jogue de uma forma muito mais intensa, que seja um time muito mais organizado, mais equilibrado, que tome poucos gols, que possa sair rápido para o contra-ataque, que foi a equipe que a gente viu jogar no segundo semestre", disse Mancini.
O treinador rubro-negro também explicou detalhadamente a situação de Kieza, que até semana passada estava acertado com o Botafogo-RJ.
"Tivemos o cuidado de sentar com Kieza, conversar, entender toda a situação. O atleta, de maneira alguma, foi disponibilizado no mercado. Havia o interesse do Botafogo, do Vasco antes, até porque o Kieza foi atleta do Anderson Barros, então começamos a negociação com o Vasco para a vinda do Escudero. Aí, depois, o Anderson acabou mudando de clube, foi para o Botafogo, e fez a consulta ao Vitória de uma forma muito respeitosa se nós iriamos utilizar o jogador. A gente disse que iria utilizar, a não ser que tivesse um negócio bom para o Vitória e para o jogador. Aí teve início uma negociação que não se concretizou porque, em determinado momento, Kieza e Vitória entenderam que seria melhor o atleta ficar. O atleta manifestou interesse em continuar em Salvador, em jogar no Vitória e apagar o ano de 2017. Ele mesmo disse isso para mim. 'Quero ficar e poder apagar o ano de 2017, que não foi um bom ano para mim. Quero mostrar para o torcedor do Vitória que o meu desejo foi permanecer e quero ter um ano de 2018 com muito gols'. A gente entendeu que não teríamos a oportunidade, pelo momento financeiro do cube de buscar um jogador à altura do Kieza. Então achamos melhor segurá-lo", afirmou o treinador.

Foto: Maurícia da Matta / ECVitória

tags

0 comentários:

Postar um comentário