terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Preso PM que matou gerente de loja em bar no Santo Antonio Além do Carmo



Segundo testemunhas ouvidas pelo CORREIO, o PM chegou ao local do crime com duas armas: um revólver e uma pistola. Guerreiro não estava fardado no momento do crime.
André e Adriano estavam bebendo em frente a um bar após terem saído da festa de Ano Novo no Largo de Santo Antônio, com mais oito pessoas, dentre elas a ex-mulher do PM, quando o militar chegou. Ele teria ficado com ciúmes da ex-mulher e discutido com algumas pessoas. 
Pedra
Durante a confusão, o grupo atirou uma pedra contra o carro do policial, estilhaçando um dos vidros do veículo. O PM então saiu do local com a ex-mulher, mas retornou armado alguns minutos depois. André e Adriano tentaram correr, mas foram atingidos. Segundo testemunhas, o crime ocorreu por volta das 8h. 
Testemunhas contam que André foi atingido com um primeiro disparo e caiu no chão. O PM teria, então, se aproximado e feito outro disparo. A vítima morreu antes de receber os primeiros socorros. 
                    
No HGE, a ocorrência foi registrada como tentativa de assalto. Segundo o posto policial, os dois homens foram vítimas de um assaltante. André Luís deixa dois filhos, uma menina de 8 anos e um menino de 10. Ele morava próximo ao local do crime.
A Polícia Militar informou em nota que policiais do 18º Batalhão – Centro Histórico atenderam uma ocorrência de disparo de arma de fogo no bairro de Santo Antônio Além do Carmo e encontraram um homem de 32 anos baleado, em via pública. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) constatou o óbito. O local do crime foi isolado e a perícia foi acionada para fazer a remoção do corpo.
Correio

tags

0 comentários:

Postar um comentário