quinta-feira, novembro 02, 2023

Pai mata filho, atira no companheiro da ex., e comete suicídio

Na última quarta-feira (1º de novembro), a pequena cidade de Claro dos Poções, no Norte de Minas Gerais, foi palco de uma tragédia chocante. Um homem de 52 anos, envolvido em uma disputa judicial pela guarda do filho de 5 anos, planejou friamente o assassinato do menino e se suicidou em seguida.


O criminoso, recém-chegado da cidade de Serro, no Alto Paranaíba, onde residia, demonstrava raiva pela impossibilidade de obter a guarda do filho. Moradores relataram que, na noite anterior ao crime, houve uma discussão acalorada entre o pai e a ex-mulher, na qual ele ameaçou que se o filho não ficasse com ele, não ficaria com mais ninguém.

O assassinato ocorreu nas proximidades da escola, quando a vítima, Davi, acompanhado pelo namorado da mãe, chegava para mais um dia de aula. O pai, agindo de forma premeditada, desceu do carro, deixou a porta aberta e efetuou disparos contra o menino e seu acompanhante.

Testemunhas afirmaram que o criminoso rondou a unidade escolar momentos antes do ataque, chegando a ameaçar o guarda da escolinha. Um vídeo compartilhado nas redes sociais mostra o desespero e os primeiros-socorros prestados às vítimas, enquanto a comunidade local tentava lidar com o impacto dessa tragédia inimaginável.

Tragédia em Claro dos Poções: Pai em disputa judicial pela guarda mata filho de 5 anos e se suicida.

Arquivomudial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VULGO JHONES CALABRESA: bandido do BDM morre durante confronto com a PM em Plataforma

O criminoso era conhecido como “Jhones Calabresa” e fazia parte da facção Bonde do Maluco (BDM) no bairro de Plataforma. Ele che...