terça-feira, janeiro 16, 2024

Armada, mãe mata filho autista e tira própria vida

Dois corpos foram encontrados dentro de um apartamento no edifício Mondrian Antares, em Águas Claras, na noite dessa terça-feira (9/1). A Polícia Civil do Distrito Federal confirmou a informação.
Os moradores relataram que um apartamento exalava um cheiro muito forte, suspeitaram que poderia ter algum cadáver no local, e acionaram a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). Quando invadiram o imóvel, os PMs encontraram o corpo de um homem de 27 anos na sala e outro de uma mulher, de 63, no quarto. Ao lado do corpo dela, havia um revólver.
Os dois são mãe e filho. O rapaz foi identificado como Cléber Baraldi, e a mulher, Milce Maria Alonso Soares. Ela teria atirado e matado o próprio filho, que tinha Transtorno do Espectro Autista (TEA) e, em seguida, disparou a arma contra si.
Vizinhos contaram à reportagem que Cléber foi visto pela última vez no sábado (6/1). A delegada da 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul), Elizabeth Frade, que investiga o caso, disse que, pelas condições dos corpos, o crime teria ocorrido há, pelo menos, dois dias. A Polícia Civil foi acionada e investiga as circunstâncias do crime que chocou a cidade.
Feita notícias 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Homem é vitima de homicídio no Anel de Contorno após ser atropelado

Um homem ainda não identificado foi morto no final da tarde desta sexta-feira (19), por volta das 17h30, na Avenida Eduardo Froe...