domingo, janeiro 14, 2024

Em regime semiaberto, detento se passa por policial para entrar em festa, mas acaba descoberto

Beneficiado com o regime semiaberto, um detento aproveitou seu momento "livre" para tentar entrar em uma festa. Mas, para isso, ele se vestiu e se passou por policial. O caso aconteceu em Caldas Novas, em Goiás, na madrugada de sábado (13).O homem se passou por policial penal usando camiseta com brasão da corporação e carteira funcional falsificada. O que ele não esperava é que policiais penais verdadeiros fossem à festa a trabalho.
Uma equipe da 4ª Coordenação Regional Prisional trabalhava para coibir a entrada de presos monitorados por tornozeleira eletrônica no evento musical. No momento em que chegaram, perceberam a presença de um homem com as vestes da Polícia Penal, tentando entrar na área de acesso dos convidados do evento. 

Os agentes questionaram o homem, que ainda tentou sustentar a mentira, contando que estava no evento para localizar e prender quatro integrantes de uma organização criminosa especializada em furto de celulares me Goiânia.

O policial penal Américo Rufino, desconfiado da história, sabia que não havia qualquer preso monitorado de Goiânia em Caldas Novas. "Indaguei ao suspeito quais seriam os nomes dos suspostos criminosos. O indivíduo disse que postaria os nomes em um grupo e mostrou uma foto de diversas pessoas que supostamente integrariam a organização criminosa", contou.
O falso policial, no entanto, começou a apresentar nervosismo com as perguntas, até que foi verificado que seu nome não constava na lista de policiais penais autorizados a trabalhar no evento.

Ele foi levado até os integrantes do Grupo de Intervenção Tático (GIT) para realizar a identificação, quando tentou fugir e tirou a camiseta do uniforme da Polícia Penal de Goiás.

Ao ser abordado, ele confessou que não era policial penal. Ele cumpre pena no regime semiaberto, em Goiânia. Diante do ocorrido, o detento foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Caldas Novas.
Bnews 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Família de subtenente atropelado em blitz implora por regulação; estado de saúde é gravíssimo

O subtenente da Polícia Militar (PM-BA), Antônio Paim, está internado em estado grave no Hospital Geral Roberto Santos (HGRS). N...