segunda-feira, janeiro 15, 2024

Suspeito de abusar crianças sexualmente em piscina de condomínio na BA é solto; vítimas de 7 e 9 anos denunciaram toque

O homem de 57 anos que foi preso em flagrante, suspeito de abusar sexualmente de duas crianças, de 7 e 9 anos, na piscina de um condomínio em Camaçari, cidade que fica na Região Metropolitana de Salvador (RMS), foi solto após audiência de custódia.

Segundo apuração da TV Bahia, o homem foi liberado no sábado (13) e responderá pelo crime em liberdade.

De acordo com as polícias Civil e Militar, o caso foi registrado na sexta-feira (12) como estupro de vulnerável na 23ª Delegacia Territorial (DT) de Lauro de Freitas, também na RMS. O homem foi conduzido por agentes da 59ª Companhia Independente da Polícia Militar. Ele não teve nome divulgado.


Em um vídeo gravado por testemunhas, é possível ver o momento em que o preso, que trajava somente uma sunga preta, circula na área da piscina ao lado de moradores do residencial e de policiais militares. 

Por causa do sigilo exigido pelo Estatuto da Criança e do Adolescente, a Polícia Civil não forneceu detalhes do caso, informou apenas que o homem "teria tocado duas crianças na piscina de um condomínio".

A mãe de uma das vítimas, que prefere não ser identificada, afirmou que o suspeito não mora no condomínio, mas é pai de um morador e estava no local como visitante.

Ela contou que a filha de 7 anos estava na piscina, na companhia de uma amiga de 9 anos. As duas eram supervisionadas pelo pai da mais velha. Em determinado momento, um homem teria se aproximado delas.

A mais velha relatou que ele a tocou nas partes íntimas, por trás, dentro da água. Ele também teria carregado no colo a menor e foi nesse momento que a confusão começou.

Instruída anteriormente pelos pais a identificar situações de abuso, a menina teria tentado se livrar dos braços do suspeito e começado a gritar, chamando a atenção das pessoas que estavam no local. Com ajuda da amiga, ela teria conseguido se desvencilhar, e correu em seguida.

O pai da amiga, que a as acompanhava, seguiu atrás. "Ele percebeu que minha filha saiu correndo. Ela foi para o parquinho e começou a chorar. O pai da amiguinha foi perguntar o motivo, e aí ela contou: 'aquele senhor abusou de mim na piscina'".
Quando eu coloco ela para dormir, coloco dois dedos na testa dela e fico alisando. Ela falou assim para mim: 'Mamãe, sabe aquele carinho que a gente faz com dois dedos?' Ele fez igual, mas na minha parte íntima. Eu estava no colo dele, mas estava tentando me sair dele e ele tentava colocar a mão por dentro do meu biquíni'', revelou a mãe da menina .

A mãe da criança afirmou que a situação foi registrada por câmeras de segurança e as imagens foram entregues na delegacia. A reportagem tentou ter acesso aos vídeos, que não foram liberados pelo síndico do condomínio para não expor outros moradores que estavam no local no momento da confusão, incluindo crianças. 
Por, g1 Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POLICIAIS NA MIRA: Conversas interceptadas revelam esquema de venda de armas para facções criminosas em Salvador

Reportagem especial do jornal Bahia Meio Dia, da TV Bahia, exibida nesta quinta-feira (18/07) revelou conversas interceptadas pe...