quinta-feira, março 28, 2024

Comando Vermelho é denunciado por morte de lutador de MMA

Oito membros da facção criminosa Comando Vermelho foram denunciados pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) à Justiça. Eles estão envolvidos no crime de homicídio doloso do lutador e professor de artes marciais Diego Braga Alves. A vítima foi assassinada no Morro do Banco, Itanhangá, na Barra da Tijuca (RJ), no dia 15 de janeiro deste ano.
Na ocasião, ele tentava recuperar sua moto, furtada na véspera do crime. A Promotoria da 4ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal Especializada da Capital, dessa forma, solicitou a prisão preventiva dos denunciados por homicídio doloso qualificado.
O crime foi cometido por motivo torpe, já que os denunciados suspeitaram que o esportista seria integrante da milícia, grupo criminoso rival ao CV. No geral, a promotoria garantiu que o crime foi cometido “por meio cruel, já que o professor foi executado com disparos de arma de fogo, submetido a uma espécie de ‘tribunal do tráfico’, cercado por criminosos armados”.

De acordo com o MPRJ, a pena máxima para homicídio qualificado é de 30 anos.
Bnews 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atropelamento em Sapeaçu deixa jovem morto na noite desta terça feira (16)

Nossa reportagem recebeu a informação de um jovem de prenome Tata , morador do Bairro do Batucar na cidade de Sspeaçu, veio a ób...