terça-feira, março 05, 2024

Entregador é baleado por policial que se recusou a buscar pedido na portaria de prédio no RJ

Um entregador foi baleado nesta segunda-feira (4) por um cliente, um policial militar, que se recusou a descer para buscar o pedido na portaria. O caso ocorreu na Zona Oeste do Rio de Janeiro e o entregador, Nilton Ramon de Oliveira, de 24 anos, foi atingido na coxa.

Ele foi operado e estava internado no Centro de Tratamento Intensivo do Hospital Municipal Salgado Filho, na manhã desta terça-feira (5).
Segundo o G1 RJ, o autor do disparo Roy Martins Cavalcanti, se apresentou na 30ª DP. A Corregedoria da PM abriu um procedimento para apurar o fato.

O entregador atendeu o pedido de bicicleta e ao chegar no endereço, o PM exigiu que o entregador levasse o lanche até o apartamento. Nilton teria explicado que não era obrigado a subir e os dois começaram a discutir por mensagens no aplicativo.

Com a recusa do militar em descer, o entregador acionou o protocolo de devolução do pedido e voltou para a loja. Roy, contudo, o seguiu.
Em uma praça, os dois começaram uma discussão e Nilton passou a gravar o episódio. “Tá metendo a mão na cintura por quê?”, perguntou Roy. “Tô armado não, filho. Sou trabalhador, filho”, respondeu Nilton.

A arma do PM aparece na gravação. “Tô sendo ameaçado aqui, ó!”, narrou o entregador. “Ameaçado é o c*! Seja educado”, gritou Roy. (BN)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TERRITÓRIO PROIBIDO: Alô Juca invade área do traficante Buel no bairro Tancredo Neves; veja com exclusividade

Após voltar do Rio de Janeiro, o repórter Marcelo Castro foi até a localidade conhecida como Buracão, no bairro Tancredo Nev...