sábado, março 23, 2024

MANÍACO DO ELEVADOR? Homem filmado assediando mulher é denunciado por mais duas


Prefeitura de Salvador
Informe Baiano
informe baiano
MANÍACO DO ELEVADOR? Homem filmado assediando mulher é denunciado por mais duas
Publicado por
Redação
23 de março de 2024 às 14:00
 
atualizado há 7 horas

As filmagens de um homem assediando uma mulher dentro de um elevador, em Fortaleza, ajudaram mais duas mulheres a relatarem também sofreram importunação sexual pelo empresário Israel Leal Bandeira Neto, de 41 anos. O fato, ocorrido com mãe e filha, também aconteceu em um elevador da capital cearense.
O empresário já foi indiciado pelo caso da nutricionista Larissa Duarte. Conforme publicado pelo Informe Baiano, as câmeras registraram o momento em que ele apalpa as nádegas da profissional quando ela sai do elevador.

Nesta sexta-feira (22/03), Laisa Rodrigues Fernandes, de 42 anos, e a filha dela, Adah Ivna Rodrigues Fernandes, de 24, registraram na um boletim de ocorrência contra Israel. O assédio ocorreu em dezembro de 2022 também dentro de um elevador em Fortaleza.

Segundo o depoimento das vítimas, elas não registraram o caso na época por não terem conseguido provas contra o suspeito. “Me calei por realmente não saber o que fazer. Não houve flagrante de imagens, era minha palavra contra a dele, e assim passou. Quando surgiu o caso da Larissa, não fiquei surpresa. Era a mesma pessoa que fez isso comigo e a minha mãe”, disse Adah Ivna Rodrigues ao UOL.

Adah, estudante de psicologia, contou que saiu de uma festa na casa de uma amiga e essa amiga teria amizade com a esposa do empresário. Assim que o evento terminou, a estudante foi ao elevador do prédio, acompanhada da mãe. Israel e a esposa também entraram no mesmo elevador.

“Em determinado momento senti alguém colocando as mãos por baixo da minha saia. Virei as costas, vi que ele estava com a esposa, e que ela estava no celular. Não acreditei naquela cena. Fiquei em choque, sem reação, foi assustador. Me arrependo de ter deixado passar. Quando entramos no Uber e contei para minha mãe o que tinha acontecido, ela disse que sentiu o homem encostando nas nádegas dela também”, continou a jovem.

Os novos relatos serão investigados pela Delegacia de Defesa da Mulher, em Fortaleza. Bandeira Neto vai responder por crime contra a dignidade sexual em relação ao caso de Larissa.
Fonte IB 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mulher leva cadáver do próprio tio para sacar empréstimo: "O senhor precisa assinar"

Uma mulher levou um cadáver em uma cadeira de rodas para tentar fazer um empréstimo de R$ 17 mil em uma agência bancária de Bang...