segunda-feira, abril 29, 2024

Pitbull é morto a tiros após atacar promotor do Ministério Público em operação

Um pitbull foi morto a tiros após atacar um promotor do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) que acompanhava uma operação de demolição na capital fluminense, nesta segunda-feira (29). 

Segundo a TV Globo, uma força-tarefa composta pela prefeitura do Rio e pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco/MPRJ) havia ido derrubar dois prédios residenciais construídos irregularmente na ilha da Gigoia, zona oeste da cidade. No meio da operação, o pitbull avançou sobre uma das equipes.
Uma promotora estava vistoriando casas na vizinhança atrás de materiais de construção quando se deparou com o pitbull, que estava solto, sozinho e sem focinheira. O animal avançou, a mulher correu, e o cachorro, de nome Zeus, passou a persegui-la. No caminho, o cão parou e atacou um promotor e mordeu sua panturrilha direita.
Um agente da escolta armada dos promotores reagiu e fez pelo menos três disparos contra o animal, que chegou a ser levado para uma clínica veterinária, mas não resistiu.

Ainda segundo a TV Globo, o tutor do pitbull estava nas imediações na hora da operação e não fez nada para contê-lo. Somente após os disparos ele se identificou e levou o pitbull ao veterinário.
Bnews 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Policiais militares e suspeitos morrem em acidente durante perseguição

Quatro pessoas morreram em função de uma perseguição policial, no Jardim Botânico, na Zona Sul do Rio de Janeiro, na madrugada d...