sábado, maio 25, 2024

O CERTO É O ERRADO: Policial condenado a prisão mesmo após relatório concluir que não houve delito

O soldado Alexandre Tchaca e o sargento Ivan Leite vão ter cumprir prisão militar por, supostamente, terem compartilhado um card em suas redes sociais. A decisão acontece após um Processo Administrativo Sumário (PDS) da Polícia Militar.

O Informe Baiano teve acesso aos autos. Os dois ‘policiais influenciadores’ foram acusados pela instituição de divulgação, no dia 21 de Agosto de 2021, de propaganda político-partidária via rede social, o que viola os preceitos éticos e disciplinares.

O card, na verdade, foi postado por um perfil chamado @BolsoRoma, cujos administradores não foram identificados. No interrogatório, Leite admitiu que compartilhou o documento.

Já Tchaca disse que não compartilhou e só teve conhecimento do card após a abertura da sindicância, que concluiu que realmente o militar não havia cometido o delito. Ou seja, o militar não postou, não repostou e ainda teve sua imagem utilizada sem conhecimento. Mesmo diante de tudo isso e do relatório concluir pelo arquivamento do caso, Tchaca será punido. A decisão inusitada e contrária ao relator do caso foi tomada unilateralmente pelo comandante-geral da PM, coronel Paulo Coutinho. Os dois militares, Tchaca e Ivan Leite, vão cumprir prisão por 15 dias no Batalhão de Choque da PM.
O soldado é pré-candidato a vereador de Salvador pelo PSDB, partido que é contrário ao PT, do governador Jerônimo Rodrigues. Além disso, o militar vem ganhando força por se colocar como o único pré-candidato combate o crime.

Em grupos de WhatsApp, policiais demonstraram revolta e apontaram “perseguição, pois Tchaca é candidato a vereador”.

“Por isso que a porr* tá do jeito que tá. CV tomando tudo. Isso aí desmotiva, revolta, é injustiça contra os praças. Quando o oficial do caso Binho Galinha foi preso defenderam. Aí postam um card com a foto de Tchaca é Tchaca é punido. Estamos vivendo um estado de excessão”, disparou um militar da Rondesp.

“Quer dizer que pegam a imagem sem sua autorização, postam em uma página totalmente diferente da sua, sem vc ter qualquer ciência e no fim vc é penalizado por isso? Que situação. Aí Tchaca, receba sua taca e depois diga que dormiu com Tiazinha”, ironizou um vigilante.
Fonte Informe Baiano 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Homem é executado dentro de casa no bairro Campo Limpo

Rodrigo Lima da Silva, de 32 anos, foi assassinado a tiros na tarde desta sexta-feira (21), na rua Valdeí Pereira, no conjunto J...