domingo, 3 de setembro de 2017

Aeroporto de Feira de Santana terá voos diários para São Paulo



O aeroporto de Feira de Santana (João Durval Carneiro) voltará a ter em breve voos para São Paulo. A informação é do deputado estadual Zé Neto, em entrevista ao programa Acorda Cidade, nesta sexta-feira (1). Atualmente o aeroporto faz apenas um voo por semana, aos domingos, com destino a Belo Horizonte (Confins).
Com a novidade, os voos serão diários e vão proporcionar idas e vindas no mesmo dia de Feira para São Paulo. Segundo o deputado, está previsto o horário de saída às 6h e retorno às 22h. O aeroporto paulista é o Internacional de Viracopos-Campinas, um importante centro de tráfego aéreo no Brasil e o maior centro de carga aérea na América do Sul.
A decisão foi tomada em uma reunião realizada em São Paulo na quinta-feira (31), na sede da empresa Azul, com representantes da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações (Agerba), da empresa Azul, e da administração do aeroporto, além do deputado Zé Neto.
A data de início da nova operação ainda não foi definida. É que o aeroporto precisa de melhorias de infraestrutura a serem realizadas pelo Governo do Estado, seguindo um cronograma feito pela Azul. O deputado Zé Neto informou que o governo se comprometeu a seguir o cronograma da empresa que pediu como melhorias.
“O estado se comprometeu a fazer algumas coisas e a empresa outras, e no próximo dia 06 a Azul vai entregar ao governador Rui Costa o protocolo com informações sobre o que ela quer para operar o voo, especialmente em relação ao muro do aeroporto de Feira, porque teve um acidente em Santa Catarina, e a Anac e a Azul passaram a ter um posicionamento mais rigoroso no que diz respeito à distância pista-muro que precisa ser de 150 metros e Feira tem 70 metros atualmente”, explicou o deputado ao Acorda Cidade informando que também foi discutida a parte de carga do aeroporto João Durval Carneiro, e a desapropriação de residências vizinhas. 

Acorda Cidade.

tags

0 comentários:

Postar um comentário